Pulse

Super-luxo e Superpreços

Pixies, Neil Young e Pearl Jam lançam pacotes cheios de extras

Por David Browne Publicado em 30/09/2009, às 10h40

A edição especial de Ten, do Pearl Jam, vem com CDs, um livro, discos em vinil e diversas reproduções de objetos ligados à banda - incluindo uma fita cassete com a primeira demo

Ver Galeria
(6 imagens)

A grande novidade para os fãs do Pixies é o lançamento, no segundo semestre, de Minotaur, um pacote em edição limitada que compila os cinco álbuns de estúdio da banda (em vinil, CD, DVD e Blu-ray) mais um show em DVD, dois pôsteres e um livro ilustrado de 54 páginas - tudo isso numa extravagante caixa classuda. O preço? US$ 495. "As pessoas dizem: 'Uau, tudo isso por uma caixa?'", conta Jeff Anderson, dono da empresa Artist in Residence, que fez o projeto do pacote. "Eu respondo: 'Você vai ver. Nossos produtos não são baratos, mas, quando você compra, entende o porquê'."O antiquado box-set, antes considerado o máximo do luxo para um fã de rock, foi substituído por uma nova onda de pacotes tamanho família pensados para atrair fãs de carteirinha - e para injetar um dinheirinho extra na decadente indústria musical.

O tão esperado Archives, de Neil Young - dez DVDs por US$ 250 -, chegou recentemente às lojas, assim como uma caixa de US$ 90 do Green Day, um pacote de US$ 60 de Dave Mathews Band, e um upgrade do Live from Madison Square Garden, de Eric Clapton e Steve Winwood, por US$ 75. No começo do ano, os Beastie Boys lançaram um vinil com capa de tecido do álbum de 1992 Check Your Head (US$ 85). "Estamos falando de um álbum com o qual algumas pessoas têm um longo relacionamento", diz Mike D. "As pessoas não se importam em gastar um pouco mais para ter uma versão refinada dele." Para as gravadoras e as lojas, tais pacotes podem ser um negócio arriscado. A Sony gastou entre US$ 50 e centenas de dólares para produzir cada cópia de suas edições de luxo do Pearl Jam. Donos de loja geralmente hesitam em pedir muitas cópias, com medo de ficar com encalhe. No Brasil, com transporte e impostos de importação, esses objetos chegam a triplicar de preço. Acontece que esse nicho de audiência é exatamente o que os selos têm em mente. O recente "Collector's Edition Box Set" do álbum Ten, do Pearl Jam, recheado de atrativos pra fãs, vendeu 10 mil cópias a US$ 200 cada uma (no Brasil a edição sai por mais de R$ 1.000 em lojas especializadas). Em agosto, o álbum de estreia do Stone Roses, de 1989, será expandido com dois discos extras de música; e, em 2010, saem os Archives Vol. 2, de Neil Young. O Pearl Jam e os Beastie Boys já estão de olho em megaboxes dedicados aos outros álbuns de seus catálogos.