N°11 - Domingo no Parque

Por Antônio do Amaral Rocha Publicado em 18/12/2009, às 21h02

Gilberto Gil & Os Mutantes

© Gilberto Gil

Gil ganhou o segundo lugar com essa canção no III Festival de Música Popular da TV Record de 1967, acompanhado dos Mutantes, com moderno arranjo de Rogério Duprat, também premiado em primeiro lugar nesse quesito. Foi lançada no álbum Gilberto Gil (1968) e teve o mérito de, ao lado de "Alegria, Alegria", de Caetano, se tornar um divisor na música brasileira. Gil buscava um som mais universal para a música que se fazia naquela época e usou elementos baianos, como o som do berimbau e a roda de capoeira. A história de José e João tem narrativa cinematográfica e o arranjo orquestral de Duprat pontua o confronto e "descreve" perfeitamente esse clima de delírio.