N°15 - Trem das Onze

Por Assis Angelo Publicado em 18/12/2009, às 21h03

Demônios da Garoa

© Adoniran Barbosa

Verdadeiro cartão-postal sonoro da capital paulista, "Trem das Onze" foi composta em fins dos anos de 1950, mas ficou esquecida por cinco anos. Não fosse o produtor Braz Baccarin, da extinta Continental, provavelmente esse samba jamais fosse gravado - e só o foi por imposição dele, que queria que o grupo, que estava em baixa, voltasse ao mercado com um disco recheado de músicas de Adoniran, de preferência inéditas. Ao remexer a gaveta, o fundador Arnaldo Rosa se deu conta do esquecimento. Arranjada às pressas, foi gravada numa madrugada de julho de 1964 e lançada em agosto do mesmo ano. Todo mundo conhece a saga do rapaz que mora no Jaçanã e não pode perder o trem.