25 melhores músicas internacionais de 2009

A onipresença do rock, a força das vozes femininas, as referências sessentistas, o foco nas pistas de dança: os ingredientes indispensáveis das grandes canções nacionais e internacionais do ano que passou

Redação Publicado em 22/02/2010, às 17h45

Lady Gaga
DIVULGAÇÃO

1 "Poker Face" Lady Gaga

A letra do grande hit da maior estrela pop do ano é uma analogia sobre seu próprio sucesso: será que ela é mesmo "de verdade" ou só está blefando? Tudo neste pop eletrônico irresistível foi feito para funcionar. Além do refrão grudento, os vocais de apoio que ficam na cabeça por dias e a batida cheia de melodia fazem desta a música indispensável em qualquer pista de dança em 2009.

2 "No You Girls" Franz Ferdinand

Guitarras feitas para dançar, disco punk para balada indie, o rock nas pistas de dança: usando riffs deliciosos e jogos de palavras, Alex Kapranos comanda a festa e narra, com tom despretensioso e elegante, todo o poder que uma mulher tem de enlouquecer um homem.

3 "I Gotta Feeling" Black Eyed Peas

O mundo está cheio de músicas para a vida noturna, mas o que escutar antes de sair de casa? E assim o grupo produziu um animado hino do "esquenta", que especula sobre as possibilidades das horas seguintes e ajuda a elevar o espírito.

4 "New Fang" Them Crooked Vultures

Josh Homme atinge seu ápice como vocalista no primeiro single da superbanda de 2009: tudo funciona em sincronia, do baixo vigoroso de John Paul Jones e à energia de Dave Grohl nas baquetas.

5 "The Fear" Lily Allen

Sarcástica, mas esbanjando doçura, a britânica faz uma crítica à busca desenfreada por fama, beleza e dinheiro, tal qual uma versão musicada de O Vale das Bonecas.

6 "We Are Golden" Mika

Um delicioso glam pop dançante com piano e os indefectíveis falsetes. A letra, um tratado teen sobre uma crise existencial, resume a ideia de Mika sobre quem o critica: "Dane-se o que pensam de mim".

7 "My Girls" Animal Collective

Os vocais à Beach Boys são a única ligação com o tradicional: a psicodelia eletrônica é quem dita o ritmo da música mais dançante de Merriweather Post Pavillion, o celebrado disco do coletivo de Baltimore.

8 "(If You're Wondering If I Want You To) I Want You To" Weezer

Tudo que se espera de uma canção do Weezer está aqui: a melodia chiclete, o ritmo dançante, o refrão explosivo e o humor nerd típico de Rivers Cuomo. Pop roqueiro de primeira linha.

9 "Cornerstone" Arctic Monkeys

Alex Turner usa suas virtudes de cronista da juventude britânica para discorrer sobre o amor nesta balada delicada que só comprova a maturidade adquirida pelo quarteto em apenas três discos lançados.

10 "Zero" Yeah Yeah Yeahs

Karen O surge mais acessível na melhor faixa do terceiro disco do Yeah Yeah Yeahs, que deixa a sujeira das guitarras de lado para apostar nas pistas de dança.

11 "I Cut Like a Buffalo" Dead Weather

A faixa de destaque de Horehound, estreia da nova banda de Jack White: se por um lado mostra discretas influências de dub, por outro tem um pé no rock setentista.

12 "The Fixer" Pearl Jam

A melancolia passa longe do primeiro single de Backspacer, urgente e estimulante, tanto na sonoridade quanto na letra esperançosa de Eddie Vedder.

13 "Empire State of Mind" Jay-Z e Alicia Keys

Ao som do sample de "Love on a Two Way Street", do Moments, Jay Z celebra seu amor a Nova York. A voz de Alicia Keys no refrão traz ares épicos à experiência.

14 "Uprising" Muse

A faixa tem um ritmo militar e sombrio que sustenta sua letra de cunho político - tema recorrente para uma banda que leva a megalomania às últimas consequências.

15 "This Is It" Michael Jackson

Após a morte o Rei do Pop, seus herdeiros resgataram uma canção não finalizada. Apesar de escrita nos anos 80, a faixa soa inevitavelmente como um último suspiro.

16 "Check My Brain" Alice in Chains

O riff pesado e cortante não deixa dúvidas: o grunge voltou, e o Alice in Chains, mesmo com novo vocalista, reivindica lugar entre as grandes bandas da atualidade.

17 "You and I" Wilco & Feist

Ao lado de Feist, Jeff Tweedy deixa a tristeza de lado e canta suave em uma balada sobre pessoas distantes que vencem barreiras para atingir a felicidade a dois.

18 "Bad Romance" Lady Gaga

Gaga aprendeu bem: maneirismos vocais sem sentido, batida electro-pop e letra provocativa são o caminho para o sucesso. E um clipe no qual você ateia fogo no namorado também não atrapalha.

19 "Wrong" Depeche Mode

Sintetizadores arrastados, batidas secase uma letra permeada de negações são amarca deste single: é o Depeche Mode do exato jeito que seus fãs se acostumaram.

20 "Celebration" Madonna

A rainha do pop investiu em um ritmo frenético na faixa que dá nome à sua coletânea. Garantiu a festa, fez todo mundo dançar e ainda conseguiu encaixar o namorado brasileiro Jesus Luz no clipe.

21 "Day 'n' Nite" Kid Cudi

Talvez nenhuma música em 2009 tenha ganhado mais remixes do que o hit de Cudi. Culpa da batida sincopada, do embalo lento e do timbre "enjoado" do rapper.

22 "Sing Sang Sung" Air

Em tempos agitados, o melhor a se fazer é esquecer da vida, relaxar e cantar, como propõe a dupla francesa, da maneira delicada e elegante que lhe é tradicional.

23 "No Line on the Horizon" U2

A faixa simboliza uma volta às melodias etéreas do clássico Achtung Baby. A voz de Bono, desesperada e poderosa, faz o contraponto perfeito com a base criada pelos comparsas The Edge, Adam e Larry.

24 "Black Hearted Love" PJ Harvey & John Parish

A letra escrita da musa indie britânica não disfarça: uma linda e sombria declaração de amor cantada languidamente em meio à sujeira de guitarras pop de John Parish.

25 "Oh Yeah" Chickenfoot

Quem diria que artistas relegados ao segundo plano fariam uma das músicas mais energéticas do ano? Joe Satriani e companhia provaram que é possível.