Estilos Diferentes

Irmã de Ivete Sangalo, Mônica San Galo quer seguir uma carreira bastante distinta

Por Paulo Cavalcanti Publicado em 22/02/2010, às 09h25

Mônica San Galo
MIL S. G. NUNES

O mais natural em uma família musical é que alguns de seus integrantes tentem seguir a mesma pegada de alguém que já é sucesso. Isso não acontece no clã de Ivete Sangalo. Musicalmente, sua irmã não tem nada a ver com ela. Já começa no nome: Mônica San Galo (foto) assina dessa forma, com a grafia um pouco diferente da irmã superstar. Ivete sabe muito bem que Mônica é sua maior fã, como ela confessa animada: "A Veveta é a maior cantora do Brasil. Acompanho tudo o que ela faz, sou fã de carteirinha"! Mônica até participou de Pode Entrar: Multishow Registro, o mais recente trabalho de Ivete.

Mas, se no palco Ivete é esfuziante e saltitante, Mônica ataca pelo lado da MPB teatral, como pode ser comprovado no CD e DVD Confissões de Madame, que ela lança agora, de forma independente. "É um trabalho autoral e achei no formato do cabaré um jeito de mostrar esse meu trabalho e apresentar essas canções que vinha acumulando. O show fala dos sonhos e fetiches de uma mulher e de sua busca pela liberdade", fala Mônica. Confissões de Madame foi gravado no Teatro Castro Alves de Salvador e a prioridade é levar o espetáculo para o Sudeste, antes da metade deste ano.