Trevas por Escrito

Ozzy Osbourne relembra a vida roqueira em livro de memórias

Por Andy Greene Publicado em 18/03/2010, às 05h32

Ozzy, espantado por estar vivo
MARK SELIGER

Em seu hilário novo livro de memórias, I Am Ozzy (Sou Ozzy, sem previsão de lançamento no Brasil), o Príncipe das Trevas revela a extensão total de sua vida depravada no rock'n'roll.

Ao escrever, houve coisas que você não lembrava?

Consigo me lembrar do início dos anos 70, mas não lembro o que fiz há dois dias. As pessoas sempre me perguntam se cheirei uma fila de formigas. Não consigo lembrar se sim ou não, mas é bem possível.

O Black Sabbath vai fazer turnês novamente?

Não sei. Tive namoradas quando era mais jovem e eu sempre dizia: "Ah, queria voltar com a Shirley". Assim que voltava, dizia: "Que diabos eu estava pensando?" É o mesmo com o Sabbath.

Você sente falta das câmeras de televisão?

Aquele reality show [Os Osbournes] foi um experimento que perdeu o controle mais do que todos esperavam. Percebi o quanto ele deve ter ferrado meus filhos. O Jack foi para reabilitação, a Kelly foi para a reabilitação, eu fui.

Você fica impressionado por ainda estar vivo?

Absolutamente! Há alguns anos, um médico me falou que eu morreria antes do fim do ano. Só que o Keith Richards tem algumas vidas a mais do que eu. Não entendo por que seu organismo ainda não parou.