Cantando Rumo ao Oscar

Jeff Bridges incorpora Merle Haggard e Waylon Jennings em aposta para o Oscar

Por Andy Greene Publicado em 18/03/2010, às 05h11

Bridges pode vencer Oscar inédito por papel de cantor

Ver Galeria
(11 imagens)

Antes de se tornar um favorito ao Oscar, Crazy Heart - a história de um cantor de country decadente e alcoólatra que anseia por um retorno que estreia neste mês no Brasil - estava perto demais de se tornar um fiasco e ser lançado direto em DVD. Só que os comentários sobre a comovente atuação de Jeff Bridges como o cantor Bad Blake - uma mistura fictícia de Merle Haggard, Townes Van Zandt, Waylon Jennings e outros foras-da-lei do country - e a trilha sonora brilhante criada por T-Bone Burnett tornaram o filme de US$ 7 milhões em uma das histórias de sucesso inesperado da temporada. "Este é um sonho que virou realidade", diz Bridges. "Não é sempre que você tem uma experiência na qual se diverte muito e ama o produto final. Agora, o fato de que as pessoas vão ver isso... é a cereja no topo deste lindo sundae." Bridges amou o roteiro de cara, mas inicialmente o descartou. "Era uma história ótima, mas não tinha um ingrediente essencial: a música", afirma Bridges. Um encontro por acaso no ano seguinte com seu velho amigo Burnett (eles se conheceram originalmente no set do filme O Portal do Paraíso, de 1980) o fez mudar de ideia. "Um dia eu disse: 'Ok, farei o filme se você também fizer'. "

O filme está gerando fortes apostas para o Oscar - especialmente para Bridges, que já foi indicado quatro vezes para o prêmio de Melhor Ator (e já levou, neste ano, o prêmio dessa categoria no Globo de Ouro). O papel que definiu sua carreira - o Dude em O Grande Lebowski - não foi reconhecido pela Academia em sua época. "O Dude e Bad Blake se dariam bem", diz Bridges. "São pessoas cheias de alma. É isso o que as torna atraentes. São fiéis a elas mesmas."

Confira, acima, galeria com imagens de alguns dos filmes nos quais Jeff Bridges atuou.