Black Drawing Chalks

Por Cirilo Dias Publicado em 18/05/2010, às 15h09

Álbum Black Drawing Chalks ao Vivo em Goiânia

Previsto para Junho

Não importa o lugar. Quando um produtor ou um festival resolve promover um show do Black Drawing Chalks é garantia de muito público e insanidade no palco. E foi assim durante a gravação do disco Black Drawing Chalks ao Vivo em Goiânia, que lotou uma casa de shows local em plena quarta-feira, dia marcado pelo marasmo na capital goiana. Reunindo músicas dos dois primeiros discos do grupo e mais algumas músicas inéditas, como "Red Love" e "Simmer Down", ele vem para ajudar a manter os goianos em evidência. "A real é que tinha tanta gente falando que nossas músicas são melhores nos shows que resolvemos gravar um material ao vivo e suprir essa necessidade", diz o guitarrista Renato Cunha.

Previsto para ser lançado no começo de junho, o novo trabalho do BDC ainda deve vir acompanhado de uma faixa multimídia com três vídeos do show e um mini-documentário sobre a banda. Enquanto isso, o grupo vai se mantendo ocupado com projetos paralelos, como o Love Bazukas (parceria dos goianos com o ex-Forgotten Boys Chuck Hipólito) e a composição de outro disco de inéditas. "Já temos algumas músicas prontas e devemos entrar em estúdio no começo de 2011. Mas já começamos a pensar em alguns nomes para produzir o novo disco, entre eles o Jesse Hughes, do Eagles of Death Metal. Quem sabe ele não topa vir passar uns dias em Goiânia", revela o vocalista Victor.