Sheryl Crow

Por Austin Scaggs Publicado em 18/05/2010, às 15h02

Álbum 100 Miles from Memphis

Lançamento 20 de julho

"Cresci ouvindo toneladas de clássicos do soul quando era criança em Memphis - Stevie Wonder, Carla Thomas, Curtis Mayfield", conta Sheryl Crow, sentada no Electric Lady Studios, em Nova York. "E eu tinha que tocar todas essas músicas em casamentos e bar mitzvahs com minha banda cover. Todo mundo tinha esse mesmo catálogo de músicas." O sétimo álbum de Crow é uma homenagem aos clássicos do R&B, e o primeiro a mostrar seu talentoso vocal de soul. "É um território que nunca explorei em minha música", diz ela. "Este álbum é um pouquinho mais sexy", explica. Crow compôs as músicas do novo trabalho com Doyle Bramhall II e Justin Stanley. Em apenas três semanas, o trio já tinha mais de 30 músicas prontas, evocando certa aura old-school tocando tudo ao vivo no estúdio. O balance de "Roses and Moonlight" evoca "Little Child, Runnin' Wild", de Mayfield, com penetrantes guitarras com pedal wah-wah ("É como Curtis em Marte - funk extraterrestre", diz Bramhall). "Stop" e "For the Sake of Love" são baladas dinâmicas de piano.