Batidas Pesadas e Suíças

Maroon 5 abandona o conforto de casa para gravar o terceiro álbum na Europa

Por Christian Hoard Publicado em 11/06/2010, às 17h33

ISOLADOS O Maroon 5 mudou de país para se dedicar ao novo trabalho
Travis Schneider

ÁlbumHands All Over

Previsto para setembro

Para gravar seu terceiro álbum, os membros do Maroon 5 deixaram suas casas e amigos em Los Angeles para dividir um apartamento pequeno por dois meses à beira do Lago Genebra, na Suíça. O motivo? Uma chance de trabalhar com o recluso e exigente produtor Robert "Mutt" Lange, o mestre sônico por trás de hits como Back in Black, do AC/DC, e Hysteria, do Def Leppard. "Ele pegou mais pesado comigo", diz o líder Adam Levine. "Eu chegava com uma música pronta e ele dizia 'É um bom começo, agora deixe só a bateria e comece de novo'." Lange, fã do Maroon 5, tinha proposto a ideia da colaboração e ajudou o grupo a criar seu álbum mais pop e com sonoridade mais clara. "A opinião dele era: 'Seu sucesso é bonitinho, mas acho que vocês podem ser gigantes'", diz Levine. O álbum traz a mistura típica de Lange de ganchos pegajosos e ritmo energético no cantante funk-rock "Misery" e a pesada e pronta para estádios "Stutter". Conta Levine: "Nosso primeiro disco era um reflexo do meu amor por Stevie Wonder, no segundo, fiquei alternando entre Prince e Police, mas agora não tinha ninguém em mente para este álbum. É só pop muito bom."