VIDAPOP...Deixem a Rita em Paz

Por Miguel Sokol Publicado em 17/11/2010, às 14h59

RITA LEE Opinando e arrumando briga
GUALTER NAVES/LIGHT PRESS

Como alguém ousa ameaçar a Rita Lee? Ela é humana! E corintiana! (snif) Vocês têm sorte que ela ainda cante para vocês, seus desgraçados! (snif, snif) Deixem a Rita Lee em paz!!! (buááá...) Eu seria emo se a Rita Lee fosse a Britney Spears, mas não é o caso. Rita tem cérebro e foi ele, aliás, o grande culpado do ataque covarde e cruel que a cantora sofreu. Tudo começou quando ela aderiu ao Twitter - mas não para fazer 1 milhão de amigos e bem mais forte poder cantar. Fugindo à regra, Rita tem o que dizer e, no caso, foi contra a construção do estádio do seu time do coração em "ritaquera", pelo menos da forma que está sendo construído. E aí o império contra-atacou. A cantora foi ameaçada e chegou a abandonar a rede social temendo pela sua segurança depois que, usando palavras dela, "o Cansástico lhe atirou aos leões".

O mundo (virtual e real) não está mais preparado para artistas que têm o que dizer. Se estivesse, Justin Bieber não lançaria uma autobiografia aos 16 anos. Devem ser umas sete páginas para contar a vida e mais umas 700 de agradecimentos - e o pior é que vai vender que nem disco de padre. Agora é assim: artista legal é artista bonzinho. Um fenômeno perigoso que o apresentador Rafinha Bastos, do CQC, chamou de "lucianohuckzação", uma "bundamolização" generalizada que está transformando o nosso planeta em uma imensa chapa branca. Sim, o fenômeno é mundial, tanto que Justin Timberlake e Keith Richards foram parar no mesmo disco, o novo da Sheryl Crow! Me dá calafrios só de imaginar o resultado, mas é bom ir se acostumando porque no mundo "lucianohuckzado" é assim: todo mundo tem que gostar de todo mundo.

Susan Boyle viajou da Grã-Bretanha aos EUA só para cantar "Perfect Day" no programa de calouros America's Got Talent. Mas Lou Reed, o dono da música, proibiu sumariamente e, quando perguntaram por que, ele disse: "Eu não gosto de Susan Boyle". Susan voltou para casa chorando, a notícia repercutiu e, uma semana depois, Lou deixou a coitadinha gravar a bendita música no seu próximo disco.

Dito isto, eu proponho um teste: você acha que, tipo assim, foi muito fofo o Lou Reed reconsiderar?

( ) SIM ( ) NÃO

Se você assinalou o "sim", está "lucianohuckzado" e mais, foi por sua causa que Lou cedeu. Ele é mais uma vítima dessa "bundamolização" generalizada. Mais personalidade, mais opinião e menos "lucianohuckzação". Deixem o Lou Reed em paz. Deixem a Rita Lee em paz!