Seriados.br

Impulsionada pelo bom momento do humor, séries produzidas no Brasil invadem emissoras pagas e abertas

Por Carlos Messias Publicado em 15/10/2010, às 13h14

DIVULGAÇÃO

No começo da década passada, a tônica das emissoras de TV era o reality show, que ainda hoje é explorado em formas variadas. Em 2008, programas de humor como CQC, Pânico na TV! e 15 Minutos tanto repercutiram que levaram executivos a repensarem os conteúdos que exibiam.

"Esse momento revelou para o grande público uma cena de comédia stand-up que proliferava na internet", explica Cris Lobo, diretora de programação e produção da MTV. Tal tendência está prestes a tomar novos rumos: a próxima encarnação do humor na televisão sera na forma de seriados ficcionais, produzidos no Brasil, que se aproximam dos enlatados norte-americanos. "Seria um erro não produzir dramaturgia que explorasse esse bom momento do humor brasileiro", concorda Christian Machado, gerente de produção do canal Multishow. Direcionado ao público jovem, o segmento terá mais espaço nas TVs pagas e na MTV, mas também já caiu na mira das emissoras abertas.

Você lê esta matéria na íntegra na edição 49, outubro/2010