Um Country Universal

Trio Lady Antebellum ajuda a reforçar a ideia do estilo country como parte da música pop

Por Bruna Veloso Publicado em 17/11/2010, às 16h46

POPULAR O country do Lady Antebellum foge de restrições
DIVULGAÇÃO

Nada de chapéus, fivelas reluzentes e botas "invocadas": cada vez mais, a música country perde a ligação com o estereótipo e marca território como gênero pop. A prova está no sucesso do Lady Antebellum. "Acho que [isso acontece porque] existe muita música country boa no momento. E tem também a internet", acredita Hillary Scott, a voz feminina do trio (completado por Dave Haywood e Charles Kelley). "Need You Now", hit do segundo disco dos norteamericanos, chegou ao segundo lugar da parada nos Estados Unidos, ficando atrás apenas de Rihanna. A artista de 24 anos, que é filha da cantora Linda Davis (e chegou a ser rejeitada, duas vezes, pelo programa American Idol), acredita que ainda existe preconceito. "Muita gente não se aproxima apenas por causa do rótulo", lamenta. Artistas jovens, como Taylor Swift, têm levado o ritmo de volta às rádios, depois do período amornado (em termos globais) para gente como Shania Twain. Para Hillary, "nos últimos anos, o sucesso de Taylor abriu os olhos das pessoas para o que o country tem a oferecer". E, se depender da força produtiva do Lady Antebellum, ainda haverá muito violino e guitarra havaiana nas paradas pop. "Nessa turnê escrevemos muito. Já temos quase 20 músicas novas", revela a cantora.