Um Quase Adeus (com Novidade)

Judas Priest planeja uma última grande jornada antes de diminuir a velocidade, mas sem se aposentar da música

Por Greg Prato Publicado em 11/07/2011, às 12h47 - Atualizado em 07/12/2011, às 15h12

NA ESTRADA Rob Halford diz que o Judas vai viajar o mundo
DIVULGAÇÃO

Neste ano, o Judas Priest se despede das turnês gigantescas em grande estilo. "Vamos passar por todos os lugares", diz o vocalista Rob Halford sobre a última excursão mundial dos gigantes britânicos do metal, que deve passar pelo Brasil em setembro, com apresentações em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília. "Construímos um palco totalmente novo, colocamos nele todos os efeitos que o pessoal adora - lasers, fogo, bombas, fumaça, a moto. É o espetáculo de metal completo." O novo guitarrista, Richie Faulkner, estará no lugar do fundador K.K. Downing, que se aposentou do Judas Priest em abril, alegando "um constante desgaste na relação de trabalho".

"Richie tem seu próprio estilo, que se encaixa muito bem com o Priest", diz o guitarrista Glen Tipton. "Honestamente, acredito que se não o tivéssemos encontrado já teríamos pendurado as chuteiras." Mas, se esta será a última excursão da banda com essa escala, eles definitivamente não estão se separando. "Não é como se tivéssemos chegado ao fim da linha", diz Halford. "Vamos pegar um pouco mais leve agora." Tipton complementa: "Fazemos turnês há 40 anos ou algo perto disso, e amamos estar no palco, mas é difícil ficar longe de casa. Agora, se alguém disser 'Vocês fariam uma temporada curta?', não vamos dizer 'não' automaticamente". Depois da turnê, a prioridade é terminar o 17º álbum da banda. "Os fãs vão ter algo que poderão adorar de maneira absoluta - riffs grandiosos, melodias vocais realmente fortes, alguns bem parecidos com o estilo de Painkiller, diz Halford. "Queríamos fazer pelo menos mais um grande álbum de metal."