Aniversários e Carreiras Paralelas

Responsável por palco Sunset do Rock in Rio, Zé Ricardo lança disco e fala sobre o festival

Por Christina Fuscaldo Publicado em 08/08/2011, às 13h08 - Atualizado em 07/11/2011, às 13h23

EQUILÍBRIO Zé Ricardo tem de promover encontros que funcionem
DIVULGAÇÃO

Quando a vice-presidente do Rock in Rio, Roberta Medina, convidou Zé Ricardo para assumir um dos palcos da versão portuguesa do festival, em 2008, o músico estava começando a pré-produção de seu quarto disco. Entre uma gravação e outra, criou o palco Sunset e o levou duas vezes a Lisboa e uma a Madri. Três anos depois do início dessa história, ele finalmente lança Vários em Um e se prepara para promover, no Rio de Janeiro, encontros de artistas de todos os tamanhos no espaço alternativo ao palco principal do maior festival do Brasil.

"Estava trabalhando junto ao [produtor] Plínio Profeta no disco quando ganhei um palco no Rock in Rio. A música 'Vários em Um' nasceu da angústia de fazer muita coisa sem saber se estava tudo benfeito. Não foi fácil encontrar o equilíbrio. Ainda mais quando soube que o festival voltaria para o Rio. É uma 'responsa'", conta Zé Ricardo.

É dele a responsabilidade de selecionar artistas e bandas e pensar nos encontros que vão preencher a programação das 15h às 19h no Sunset. Até o fechamento desta edição, estavam confirmados 64 nomes. De acordo com o músico-produtor, o trabalho é artesanal e só dá certo se os eleitos dignos de um espaço forem, no mínimo, educados. "Tem duas coisas que procuro saber: como é o artista pessoalmente e se ele vai se entregar ao encontro e não apenas tocar para estar no festival. Este é um projeto que exige pessoas generosas e carinhosas. Já tenho Mike Patton com Sinfônica Heliópolis, Erasmo Carlos com Arnaldo Antunes, Cidadão Instigado com Jupiter Maçã e Martinho da Vila com Emicida e Cidade Negra. Toma tempo porque falo com um, escolho músicas com outro."

Compositor, cantor e violonista, Zé Ricardo tenta aproveitar da melhor maneira a experiência com o festival. Ele já tocou violão, ensaiou hits e até iniciou parcerias com artistas diversos nos últimos anos. Para seu disco, convidou Tim, vocalista da maior banda de rock de Portugal, a Xutos & Pontapés, e gravou com ele a música "Exato Momento". Depois que o Rock in Rio passar, o músico pretende lançar Vários em Um em Portugal e na Espanha, já que vai ter que voltar para trabalhar nas próximas edições do evento. Se a versão produtor de Zé Ricardo dará uma palhinha no festival brasileiro, isso vai depender de quem vai estar lá. "Tive convite para fazer um show no festival, mas é muito difícil produzir e cantar ao mesmo tempo", diz.