Pulse

Os Beatles cairam na rede?

Músicas do Fab Four serão vendidas pela Internet

Tradução: Carolina Requena Publicado em 01/03/2007, às 00h00 - Atualizado em 30/08/2007, às 13h36

Ringo, John, Paul e George: quatro rapazes alegres
Lester Cohen / Divulgação

Quando Steve Jobs apresentou o novo iPhone da Apple no evento Macworld, observadores mais atentos perceberam um detalhe curioso: ele usou o catálogo dos Beatles para mostrar como a música do aparelho funciona. Isso só é relevante porque o catálogo dos Beatles nunca foi disponibilizado na loja virtual iTunes - ou em nenhum outro lugar, em formato digital.

Fontes na empresa confirmaram à Rolling Stone que o repertório dos Beatles, devidamente remasterizado, estará disponível muito em breve para venda digital nos Estados Unidos e na Europa, em diversos sites além do próprio iTunes. O acordo sinaliza uma trégua entre a Apple e a empresa que detém os direitos dos Beatles, a Apple Corps, que, nos últimos anos, lutou na Justiça pelo uso do nome Apple. Led Zeppelin e Radiohead estão entre os únicos grandes artistas que se negam a vender suas músicas digitalmente.

A estréia digital dos Beatles, somada às remasterizações e ao show do Cirque du Soleil, marca um ressurgimento promissor dos Fab Four. "As coisas estão fluindo pros Beatles neste ano", diz Ken Warwick, produtor executivo do reality show de música American Idol, que planeja uma noite Beatles na nova temporada do programa, em que os competidores irão cantar somente músicas do quarteto. Mas apesar de os produtores do programa afirmarem o contrário, Paul McCartney não será um juiz convidado. "Eles telefonaram", diz uma fonte ligada a McCartney, "e nós recusamos - assim como aconteceu nos dois últimos anos".