A metamorfose

Otto grava quarto disco

Marcus Preto Publicado em 01/08/2007, às 16h55 - Atualizado em 31/08/2007, às 18h27

Otto: fazendo ele mesmo
André Porto

"Comprei um laptop e ali começou este disco". Em fase de finalização, Certa Manhã, Acordei de Sonhos Intranqüilos, o quarto álbum de Otto, foi integralmente composto a partir do contato do músico com o Garage Band, programa que emula recursos de gravação e mixagem de um estúdio. "Fiz 49 músicas em um mês. Depois que o disco sair, vou abrir uma lojinha pra vender o que sobrar", brinca.

O nome do novo álbum é a transcrição da primeira frase de A Metamorfose, romance de Franz Kafka em que um homem acorda transformado em barata. Mas os tais sonhos intranqüilos parecem ter sido outros, e Otto não nega os pesadelos com a indústria fonográfica. "Não quero nem ouvir proposta de gravadora. Negociar com eles me constrange, derruba a auto-estima. Só falam de números e logo você começa a sentir culpa pelo que está fazendo. Não quero passar por isso. Trabalho melhor sem culpa", diz. Por conta disso, o disco é gravado em esquema de independência. "É como se fosse meu primeiro disco. Contei com os amigos, não teve grana." Na banda estão Catatau (guitarrista do Cidadão Instigado), Pupillo e Dengue (baterista e baixista da Nação Zumbi). A produção é de Otto e Pupillo. "[O cineasta Paulo César] Saraceni se ofereceu para fazer um clipe e [o artista] Tunga, a capa", completa.

O esquema de gravação também segue a mesma regra de parcerias, de confiança e de colaboração. "Minha base tem sido aqui no Totem Estúdio com o Kalil Aiala [sócio de Catatau no estúdio], onde já estão gravadas dez faixas. Fiz outras quatro no estúdio do Apollo 9", conta. "Pretendo ainda fazer algumas coisas com Kassin, no Rio." Algumas participações especiais estão no programa. As de Céu, Lirinha (do Cordel do Fogo Encantado), Jorge du Peixe (Nação Zumbi) e da mexicana Julieta Venegas já foram gravadas. A de Bebel Gilberto ainda deve rolar. "Ela já me disse que quer participar, mas está com o pé esmagado no Rio, não sei quando a gente consegue resolver isso", Otto conta.

Para pagar a conta, Otto recorreu a outro de seus talentos: o carisma. Em junho, ele roda o Brasil com um reality show para a MTV. "Apresentei a idéia para a [diretora artística] Anna Butler e ela topou. Esse programa vai me pagar uma finalização profissional, a mixagem e a masterização." Nada está certo, mas Otto já recebeu quatro propostas gringas para o lançamento de Certa Manhã, Acordei de Sonhos Intranqüilos no exterior. Enquanto isso, no Brasil...