Tipo Bossa Nova

Michael Bublé descobre a sonoridade brasileira

Nazareno Paulo Publicado em 01/06/2007, às 00h00 - Atualizado em 13/08/2007, às 16h19

Michael Bublé: irresponsável
Divulgação

Michael Bublé é divertido e nada modesto. "Eu amaria ter o disco número 1 ao redor do mundo e vender zilhões de cópias." Fazendo a linha Bennet-Sinatra-Elvis, o cantor canadense declarou estar "completamente nervoso, excitado, mas aterrorrizado", com o lançamento de seu terceiro CD, Call Me Irresponsible - que estava no primeiro lugar da parada da Billboard até o fechamento desta edição. As músicas são recheadas de influências latinas, mas é com a bossa-nova "Wonderful Tonight" que o público brasileiro mais irá se identificar: na faixa, o cantor faz um dueto com Ivan Lins. "Queria cantar uma música com ele, então perguntei ao meu produtor: será que a gente poderia contatar o Ivan Lins? Em cinco minutos, eu estava com ele no telefone", explica. A gravação não foi ao vivo, mas Bublé garante que ficou "louco" com o resultado. "Ele colocou a voz dele e eu cantei por cima . É a coisa mais fantástica que eu já fiz na vida." Apesar de as outras faixas de Call Me... seguirem a linha do jazz tradicional, Bublé afirma que este é seu disco mais eclético. "Gosto de misturar estilos. Se tudo fosse jazz, ficaria muito chato." Animado, o cantor quase enlouquece ao falar sobre o Brasil. "Espero ter um tempo para conhecer o país. Quero agradecer pessoalmente a todos que compram meus discos."