Os Melhores Discos Nacionais de 2014

O rap seguiu forte aqui e fora do país, mas o último ano não deixou de lado o rock, a turma alternativa e o apelo retrô

Redação Publicado em 15/01/2015, às 10h34 - Atualizado às 13h18

Os melhores discos nacionais de 2014

Ver Galeria
(24 imagens)

1 - Racionais MC’s Cores e Valores Foram 12 anos sem um disco de inéditas, mas valeu a espera. Em Cores e Valores, Mano Brown, Ice Blue, KL Jay e Edi Rock se mostram mais abertos a experimentações, novas ideias e colaborações. É um trabalho ousado: em tempos em que singles valem mais que o disco em si, Cores e Valores foi feito para ser ouvido inteiro, com as faixas se conectando umas às outras na sequência. São 15 trilhas em pouco mais de 30 minutos – uma diferença e tanto para um quarteto conhecido por músicas longas. Porém, ainda que mais enxuta, a obra do Racionais continua poderosa. “A Praça” traz o quarteto rimando sobre a fatídica apresentação na Virada Cultural paulistana, em 2007, enquanto “A Escolha Que Eu Fiz” narra a crônica de um jovem que optou pela vida no crime. Já “Eu Te Proponho” é quase uma balada e encerra o disco com a voz de Mano Brown apresentando parte desse “novo” Racionais, que também fala de amor. O grupo de rap mais importante do Brasil mostra que não tem receio de acrescentar novos rumos à própria trajetória – e é extremamente bem-sucedido nessa decisão.