Pulse

Música de Dentro

Os namorados Macloys e Salma Jô formam a banda CARNE DOCE

Lucas Brêda Publicado em 23/03/2015, às 12h19 - Atualizado às 12h23

CARNE CRUA
Macloys (ao centro) e Salma fundaram a banda.

Quando Macloys e Salma jô, namorados e músicos, saíram das respectivas bandas das quais faziam parte, era impensada a ideia de transportar a união do namoro para a arte. “Eu tinha vergonha de mostrar as coisas para o Mac”, confessa Salma, pontuando a frase com uma risada desconcertada. “Pode parecer engraçado, mas demoramos a perceber que poderíamos fazer música juntos.” De dentro da relação entre eles – e de forma indissociável – surgiu o Carne Doce, que lançou o disco de estreia, autointitulado, no fim do ano passado.

Nas faixas do quinteto, Salma é responsável pela maioria das letras, que ganham profundidade com os arranjos exóticos de Macloys, ora pendendo para guitarras cheias de eco, ora com toques regionais. Segundo eles, o som é um reflexo indireto da terra de origem do grupo. “É praticamente todo mundo goiano”, conta a vocalista. “A maioria de nós tem experiência de roça, fazenda. E tem também a cultura: muito conservadorismo, clientelismo.” Salma versa sobre a infância de um “miúdo monstro” (em “Amigo dos Bichos”), brada contra a expansão urbana desenfreada (“Sertão Urbano”) e se perde em cores abordando a miscigenação (“Preto Negro”). “Goiânia é isso, não tem como fantasiar”, explica.

Em 2015, o Carne Doce busca se espelhar nos conterrâneos do Boogarins (parceiros na faixa "Benzin") e do Luziluzia (com quem divide os integrantes João Victor e Ricardo Machado) e levar a aridez da vida no centro-oeste ao maior número de cidades possível. "Vamos tocar muito. Queremos rodar o Brasil inteiro", deseja Salma. Um segundo álbum, contudo, depende da manutenção do namoro dos líderes do Carne Doce.: "A gente fica pensando no que o fim do relacionamento pode representar para a banda -ou o contrário". "Eu mesma, com meus ex-namorados, não tenho amizade", ela ri, com sotaque pronunciado e ainda sem jeito. "Estou um pouco envergonhada, é minha primeira entrevista por telefone."

Quando começou 2013

Ouça "Fruta Elétrica", "Sertão Urbano" e "Preto Negro"

Para quem gosta de Céu, Clube da Esquina, The Cure