Pulse

A Filha Cool

Aimée Osbourne, primogênita de Ozzy, corre atrás da carreira musical à maneira dela

Kory Grow | Tradução: Ligia Fonseca Publicado em 15/06/2015, às 18h10 - Atualizado às 18h15

A Filha Cool
Divulgação

Quando os Osbournes se tornaram a Família Real dos Reality Shows, em 2002, ano em que chegou à TV o bem-sucedido The Osbournes (que

por aqui foi exibido pela MTV Brasil), a fi lha mais velha de Ozzy e Sharon, Aimée, optou por ficar de fora do programa e da fama imensa que veio como consequência. Agora, mais de uma década depois, ela está pronta para os holofotes. “Muita gente veio falar comigo em diferentes

momentos e disse: ‘Ah, você é legal. Achei que seria tipo uma hermitã ou que tinha algo de errado com você’”, relembra a cantora, que ri da

fama de “reclusa”.

No último mês de março, Aimée, de 31 anos, lançou a faixa de pop alternativo “Raining Gold”, primeiro single dela sob o codinome ARO (suas iniciais, embora ela pronuncie como “arrow”, flecha, em português). “Há as associações óbvias com meu sobrenome e eu não estava superconfortável com isso”, afirma Aimée.

Um videoclipe sangrento e de vanguarda para “Raining Gold” – que aparecerá no EP de estreia da cantora, a ser lançado em meados deste

ano – rapidamente se tornou um sucesso no YouTube. Por que uma artista tão bem relacionada demorou tanto tempo para engrenar na carreira? “Não consigo ficar apaixonada por algo e me dedicar inteiramente a não ser que seja 100% autêntico em relação a quem eu sou”,

afirma. “E este projeto é 100% autêntico.”