Fruto da Internet

Aos 21 anos, a norte-americana Halsey é uma das novidades promissoras no line-up do Lollapalooza

PAULA MEJIA Publicado em 22/02/2016, às 10h13 - Atualizado em 29/08/2016, às 00h20

Halsey: jovem e ousada.
RICH FURY/INVISION/AP

A história de origem da norteamericana Halsey segue uma narrativa que tem começado a se tornar o padrão no pop moderno. Covers no YouTube que levaram a material original no SoundCloud; muitos seguidores online; um acordo de gravação de disco e a promessa de sucesso fora da internet; e, então, a escalação para grandes festivais nacionais e internacionais, incluindo, agora, o Lollapalooza Brasil.

Ainda assim, a compositora de 21 anos é, sem dúvida, uma voz única. Estrela nas redes socais, Halsey escreve faixas honestas “sobre sexo e sobre estar triste”. Onze dessas canções estão no trabalho de estreia dela, Badlands (2015), cujo repertório servirá de base para a apresentação no Brasil. “Acho que escrevo muito sobre isolamento, porque eu componho sobre aquilo que mais me dá medo. E o que mais temo é estar sozinha”, define.