Atenção para os detalhes

Uma seleção de discos que mostra como o produtor mudou a música do século 20

Paulo Cavalcanti Publicado em 14/04/2016, às 13h03 - Atualizado às 14h42

Inevitavelmente, George Martin terá seu nome ligado ao dos Beatles por toda a eternidade. Mas o produtor, que morreu em 8 de março, aos 90 anos, já fazia história dentro da música britânica antes mesmo de o Fab Four aparecer. Martin tinha formação erudita, porém era aberto a tudo os ouvidos dele sempre permaneceram ligados às novidades que chegavam ao gosto popular. Na década de 1950 e começo da de 1960, ele trabalhava com artistas de jazz e de comédia. Naqueles anos, Martin comandava o selo Parlophone, pertencente à gravadora EMI, e queria ter sob sua tutela uma banda tão popular quanto o The Shadows. Assim, contratou os Beatles e ajudou os rapazes de Liverpool a mudar a cultura pop. A obra do quarteto, no entanto foi apenas uma parte do imenso legado do artista. As produções feitas pelo inglês tinham clareza sonora e riqueza de detalhes ímpares. Mesmo assim, jamais soavam forçadas ou exageradas. O som que criava era como a personalidade dele: gentil, mas poderosa e marcante. Em 50 anos de produção fonográfica, ele fez um pouco para todo mundo, sempre com muito talento e percepção. Visto o tamanho dessa obra, a seleção a seguir é pequena, mas é suficiente para revelar todo o ecletismo da carreira de Sir George Martin.