Pulse

Devagar e Sempre

Jimmy Eat World finalmente vem ao país pela primeira vez

Julia de Camillo Publicado em 26/03/2017, às 11h46

Jimmy Eat World
Divulgação

Em seus mais de 20 anos como banda, o Jimmy Eat World já transitou entre post-hardcore, emo, pop punk e rock alternativo. Agora, com o nono disco, a banda norte-americana estreia no Brasil ao se apresentar no Lollapalooza e em um show paralelo (uma das Lolla Parties) no Rio de Janeiro.

“É um objetivo nosso há muito tempo ir à América do Sul e por algum motivo parecia que nunca ia dar certo, mas as coisas funcionaram neste ano e estamos muito felizes”, diz Jim Adkins, vocalista, guitarrista e principal compositor do grupo. Além dele, o JEW é formado pelo baixista Rick Burch, o guitarrista Tom Linton e o baterista Zach Lind.

O grande estouro mundial do Jimmy Eat World foi com “The Middle”, um dos singles do disco Bleed American (2001). Antes disso, a faixa "Lucky Denver Mint", de Clarity (1999), havia feito sucesso por ser parte da trilha de Nunca Fui Beijada, filme lançado no mesmo ano e estrelado por Drew Barrymore. Com a sonoridade energética e letras esperançosas mas realistas, a banda expandiu o público e chegou ao mainstream.

A banda recentemente voltou de um hiato de um ano para lançar o álbum Integrity Blues no final de 2016. Sobre o setlist dos shows no Brasil, “vamos fazer o nosso melhor para tocar algumas músicas novas, mas também as favoritas dos fãs de todos os nossos discos”, conta Adkins. O mais recente single da banda, “Sure and Certain”, “tem os elementos do que está acontecendo musicalmente no disco inteiro”. É “um bom ponto de partida” para quem quer conhecer a fase atual do JEW.