Por Dentro dos Arquivos de Lou Reed

Acervo pessoal do músico será disponibilizado para pesquisa pública em Nova York

Redação Publicado em 23/04/2017, às 10h54 - Atualizado em 24/04/2017, às 15h57

Contas de bares e hotéis de turnês de Reed na Europa em meados dos anos 1970. “Fiquei espantado com tanta coisa guardada”, diz o arquivista Don Fleming. “Mostra muito da vida dele como artista.”

Ver Galeria
(7 imagens)

Em 2 de março, Lou Reed – que morreu em 2013 – teria completado 75 anos. O presente de aniversário foi para a cidade natal dele, Nova York: na data, a artista Laurie Anderson, viúva de Reed, anunciou a aquisição, pela New York Public Library for the Performing Arts, do acervo de Lou Reed – uma coleção pessoal e imensa de suvenires, papéis e material audiovisual documentando a carreira dele. Demos, recibos de turnês e documentos de gravadoras mostram “as engrenagens da arte”, observa o curador da NYPL, Jonathan Hiam. Laurie acrescenta: “Lou era muito aventureiro. Você percebe isso no material”. Os arquivos serão organizados ao longo do próximo ano para então serem disponibilizados ao público.

Veja imagens dos itens na galeria acima