Devastação em Sete Polegadas

Uma seleção de singles que marcaram diferentes momentos e gerações do punk rock

Paulo Cavalcanti Publicado em 16/05/2017, às 16h46 - Atualizado às 17h38

Punk

Ver Galeria
(24 imagens)

O formato do single em vinil 7” foi a cara do punk. A mensagem das canções tinha de ser direta, e os pequenos discos cumpriam perfeitamente essa missão. Desde o surgimento do gênero – alguns anos antes da explosão com “God Save the Queen” –, incontáveis singles (e EPs em 10”) foram disponibilizados no mercado dessa maneira. Diversos são clássicos, outros são bastante conhecidos, mas muitos saíram de forma independente, tornando-se obscuridades até hoje cobiçadas por colecionadores.

Na década de 1980, o punk se desdobrou em post-punk, new wave, rock gótico, synth pop e outros gêneros, mas não é o propósito desta discografia dissecar essas derivações. Aqui, apresentamos uma seleção básica de canções alinhadas ao gênero-mãe. É tarefa árdua listar apenas 25 faixas, mas, ainda que resumida, esta lista inclui pioneiros selvagens, ícones duradouros e revivalistas com pegada pop. O punk vive.