Fim da Reclusão

Depois de 15 anos sem um disco, Shania Twain retorna ao mercado com Now

Paulo Cavalvanti Publicado em 19/09/2017, às 16h29 - Atualizado às 16h30

Shania quer voltar com tudo
Divulgação

Shania Twain foi a rainha do country pop na década de 1990, mas, após anos de intenso sucesso, resolveu desaparecer. Até alguns meses atrás, Up!, lançado no longínquo ano de 2002, era o último álbum da discografia dela. Ficar uma década e meia sem gravar pode parecer suicídio artístico, mas Shania, aos 51 anos, pretende recuperar o tempo perdido com Now, que chega ao mercado este mês. E faltou pouco para que uma colaboração especial tivesse antecipado o retorno: a canadense quase gravou com Prince. Apreciador de vocais femininos, Prince inesperadamente entrou em contato com ela em 2015, sugerindo uma parceria. “Não acreditei que era ele”, diz a cantora. “Ele propôs que gravássemos, mas eu estava sem músicas prontas e com problemas na voz. Não dava para voltar.”

Apesar da decepção por não ter podido concretizar um dueto – sentimento intensificado depois da morte do músico, em abril de 2016 –, ela ressurge revigorada com Now. “É um trabalho que me posiciona como artista e mulher nestes tempos em que vivemos”, explica. No ano que vem, ela sairá em turnê, e acena que pode vir ao Brasil, pela primeira vez na carreira. Enquanto isso não acontece, o plano é se preparar para a estrada. “Espero não estar enferrujada para encarar duas horas no palco”, brinca