Edição 134

Stranger Things: estivemos no set para desvendar segredos e falar com o carismático elenco

Nesta edição

<b>Criando a Obra-Prima</b><br>
The Zombies em 1967 em frente ao prédio dos estúdios Abbey Road: (<i>da esq. para a dir.</i>) Chris White, Colin Blunstone, Rod Argent, Paul Atkinson e Hugh Grundy.

 - Kaith Waldegrave/Rex/Shutterstock
<b>Espalhando Raízes</b><br>
Tom Petty em show no Hammersmith Odeon, em Londres, em 15 de maio de 1977
 - Ian Dickson/REX/Shutterstock/AP
<b>Entrosados</b>
Mustaine e Loureiro tocando em 2016 no Charlotte Motor Speedway

 - Amy Harris/REX/Shutterstock/AP
O poder da nostalgia: os bastidores da série que ganhou o mundo com suspense, crianças fofas e uma ode aos anos 1980 - Ryan Pfluger/Netflix
<b>Poderosos</b><br>
Mark Ruffalo , Tessa Thompson e Chris Hemsworth (<i>foto</i>) encaram outros desafios em <i>Ragnarok</i> - Jasin Boland/Marvel
<b>Banda do Tio Dave</b><br>
(<i>Da esq. para a dir.</i>) Rami Jaffee, Taylor Hawkins, Pat Smear, Grohl, Chris Shiflette Nate Mendel - Mark Seliger
<b>Mr. Nice Guy</b><br>
Fora dos palcos, Alice Cooper não tem nada de aterrorizante
 - Action Press/Rex/Shutterstock/AP
<b>Vivência e Trabalho</b><br>
Bruna no set de <i>A Vida Secreta dos Casais</i>, em São Paulo

 - Priscila Prade/Divulgação
<b>Pura Mágica</b><br>
Freddie Mercury no Estádio de Wembley, Inglaterra, em 1986, durante a <i>Magic Tour</i>. Esse é um dos registros mais conhecidos feitos por Neal Preston
 - Neal Preston
<b>Muitos Talentos</b><br>
Koenig: músico, locutor e, agora, criador de animação
 - Christiaan Felber

Sem Preguiça

Além de gravar com o Vampire Weekend, Ezra Koenig cria animação para a TV

Jonah Weiner | Publicado em 19/10/2017, às 14h19 - Atualizado às 14h20

<b>Depois da Tempestade</b><br>
Bono transformou tudo pelo que passou em canções

 - Ross Stewart

O Novo Fogo do U2

Uma crise pessoal de Bono serviu de inspiração para o próximo álbum da banda

Andy Greene | Publicado em 19/10/2017, às 14h00 - Atualizado às 14h01

<b>Feito pra Durar</b><br>
Sidney Magal hoje: um sobrevivente que só quer cantar e encantar
 - Rodrigo West/Divulgação

Carisma Ilimitado

Sidney Magal atravessa cinco décadas de carreira se mantendo popular para além do “brega”

Paulo Cavalcanti | Publicado em 19/10/2017, às 13h51 - Atualizado às 13h52