Pulse

Celebração Luxuosa

Livro retrospectivo e repleto de fotos raras é um presente para fãs de Rita Lee

Paulo Cavalcanti Publicado em 07/07/2018, às 18h20 - Atualizado às 18h21

Rita Lee
Guilherme Samora/Globo Livros/Divulgação

Depois do sucesso de Uma Autobiografia (2016), Rita Lee segue com sua verve literária em dia no luxuoso favoRita (Globo Livros). O livro é uma celebração dos 70 anos da cantora, comemorados no último dia 31 de dezembro. Além de alguns textos novos criados pela artista, ele é repleto de fotos raras e inéditas dos mais de 50 anos de carreira da Rainha do Rock Brasileiro.

“Minha primeira intenção seria lançar um livro no estilo coffee table [livro de mesa de centro], com fotos e alguns textos pontuando”, conta a artista. “Mas acabei me aprofundando na escrita e, assim, a biografia saiu antes. Já favoRita é um registro da minha vida no palco, com muitas fotos inéditas.”

Ela também fala sobre o capricho gráfico do lançamento. “Eu dou todo o crédito ao Gui Samora, meu editor e amigo. Ele fez um trabalho arqueológico, trazendo à tona minhas tretas com a censura da época, e me motivou a tirar fotos hoje.”

A obra também tem uma parte especial dedicada a uma das causas às quais Rita se dedica há muito tempo, que é a defesa dos animais. “O que se faz hoje com os animais pode se chamar de ‘a nova escravidão’. São tratados como coisas, submetidos a humilhações públicas, como circos, rodeios, vaquejadas e tantos outros eventos hediondos. São criados em viveiros e abatedouros, cujas condições são horripilantes. Bichos não falam a linguagem dos humanos, então nós temos que falar por eles.”