VIDAPOP - Five Years

Miguel Sokol Publicado em 18/10/2011, às 18h19 - Atualizado em 25/11/2011, às 12h27

CADÊ? A RS chegou e o Bowie sumiu
Divulgação

Cinco anos, 61 edições, nenhum processo e nenhum olho roxo – algumas ameaças, é verdade, mas nenhum olho roxo. Que bela oportunidade para comemorar, para tirar a mão da consistência e colocar na consciência. Se é que eu posso chamar o “find” do meu computador de consciência, pois foi com a mão nessa maravilhosa ferramenta que, comemorativamente, eu construí o ranking dos artistas que mais apareceram por aqui ao longo destes cinco anos de Rolling Stone Brasil. E agora tenho o prazer de apresentar o Top of the Vida Pop.

No 3º lugar, com seis aparições em meia década, temos logo um empate triplo: Lady Gaga, Britney Spears e Restart. Menor que a relevância musical desse empate, só a quantidade de testosterona! Ou não, graças a Lady Gaga, que estava ótima de homem no último VMA. Enquanto todas as cantoras foram ao evento da MTV vestidas de Lady Gaga, a própria se travestiu. Ponto pra ela! Mas deixemos a consistência e voltemos para a consciência. Trata-se de uma comemoração, afinal.

Com nove aparições e a medalha de prata desse ranking temos Bono, o vocalista do U2. Ele estreou por aqui logo na RS#2, e para ser chamado de Bono Samaritano. Depois só piorou: eu disse que ele é o Yoda do rock, que não é só o inferno que está cheio de boas intenções e que ele é o rei dos Coxinhas. Não é à toa que me acusaram de odiar o U2, uma inverdade. Eu adoro a banda – principalmente quando estou cercado de fãs do Sonic Youth –, mas o que nós podemos fazer se o vocalista resolveu personificar um comercial de margarina?

E, finalmente, no topo do Top of the Vida Pop, com 12 aparições, sendo a última precisamente no mês passado, ela – It’s Sandy, bitch! Quem diria? Essa expressão era simplesmente impossível há cinco anos, afinal, quando a saga começou, a nossa campeã ainda cantava “Enrosca” com o Junior e ia para a cama depois da novela. Em 2007, na RS# 20, procurando por um ídolo brasileiro, eu especulei: “Se Amy Winehouse pode ser fotografada no meio da rua, descalça e de sutiã, por que ainda não flagraram a Sandy comendo chantili pelada em cima de uma árvore às 3 da manhã?”

Foi a imagem mais erótica que eu consegui imaginar para ela na época, mas hoje a realidade superou a minha imaginação. Quanta coisa pode acontecer em cinco anos... ou deixar de acontecer. E, nesse quesito, nosso maior perdedor é... Quem? O Junior? Não. Então quem? David Bowie!

O Camaleão não foi citado aqui uma vez sequer nestes cinco anos, mas isso tem explicação: o Bowie sumiu. Pior, a última vez que ele foi visto em cima de um palco, pasme, faz exatamente cinco anos. Uma coincidência enorme que ficará ainda maior quando você reler o título deste texto – e lembrar que ele é o nome da primeira música do clássico álbum The Rise and Fall of ZiggyStardust and the Spiders from Mars.