Pulse

Garotas do Rock!

Cláudia Boëchat e Thais Azevedo Publicado em 19/06/2012, às 11h28 - Atualizado às 11h29

GIRL POWER  Raiany, de apenas 8 anos, aprende os primeiros acordes com o Professor Fernando

Ver Galeria
(2 imagens)

Nunca é cedo demais para virar roqueiro. Raiany, de 8 anos, chegou ao Instituto Rolling Stone Brasil mostrando que tamanho pouco importa se o rock and roll já está pulsando no seu coração. “Entrei no projeto porque eu nunca tinha visto uma guitarra de verdade, só na televisão. Acho guitarra muito legal, sempre quis aprender a tocar”. Em apenas três meses de aula, ela já toca grandes clássicos como “Iron Man”, do Black Sabbath, e “(I Can’t Get No) Satisfaction”, do Rolling Stones. Raiany diz curtir todas as bandas e não ter uma preferida, mas durante as aulas de história do rock seus olhos não mentem: a garota é fã incontestável de Iron Maiden. “Meu sonho é ir a um show deles!”, conta a pequena guitarrista, que gostaria de conhecer o vocalista Bruce Dickinson.

Isabel (13 anos), Rafaela e Gabriela (11 anos) são irmãs e também alunas do Instituto Rolling Stone Brasil. Filhas de Marlene, que trabalha como cuidadora, as meninas começaram o curso em março. As três adolescentes sempre foram apaixonadas por música. Quando crianças, fizeram aula de flauta em outro projeto gratuito e, recentemente, começaram a demonstrar interesse pelo violão. O rock and roll e a guitarra elétrica até então eram novidades para as três, que cresceram ouvindo MPB, mas sempre se interessaram em aprender novos estilos. Disciplinadas e sempre incentivadas pela mãe, as meninas estão se tornando grandes guitarristas. Com ensaios diários em casa, estão juntando mais amigas para montarem uma banda.

Apesar de o rock ser um estilo musical majoritariamente masculino, o número de saias na tribo roqueira é muito maior do que se imagina. Janis Joplin, Joan Jett, Doro Pesch, Courtney Love e Rita Lee são alguns exemplos de que a atitude rock and roll não escolhe época, idade ou sexo. Divas da música, elas revolucionaram o cenário, servindo de inspiração para muitas garotas que sonham com o seu lugar nos palcos.

Raissa, Katherine, Deisyele e Vanessa também estudam guitarra no projeto da Rolling Stone Brasil. Meninas que até o ano passado nunca haviam ouvido falar de rock and roll e que agora se empenham em suas aulas de guitarra, elas pedem ao professor que conte histórias das divas do rock e sonham em um dia poderem montar um “The Runaways” versão anos 2000. Com muita energia e determinação, estas garotas querem mostrar que o rock é para todos. E esta é a missão do Instituto Rolling Stone: levar o rock para quem quiser aprender, realizando sonhos da nova geração roqueira, independentemente de idade, gênero ou classe social. Com pouco mais de um ano de existência, o projeto fornece aulas de guitarra e história do rock, gratuitas, para estudantes de escolas públicas que não podem financiar aulas de música. E as meninas, apesar de ainda serem minoria, também entraram nessa onda e, de guitarra em punho, fazem ecoar suas emoções.