Nascida no Rock, Formada na Tela

Eve Hewson seria apenas mais uma jovem atriz... se não tivesse nas veias o sangue de Bono do U2

Josh Eells Publicado em 09/01/2013, às 17h34 - Atualizado às 17h35

FAMA O pai de Eve, Bono, a ajudou a conhecer gente como Beyoncé e os integrantes do Kings of Leon
CASS BIRD

Enfiada em um canto de um café nova-iorquino, vestindo moletom e sandálias de dedo, ela segura uma bebida grande com o nome escrito no copo: Eve Hewson. A garota poderia ser só mais uma universitária, mas dois detalhes a diferenciam: 1) essa estudante de teatro de 21 anos já atuou em um filme ao lado de Sean Penn; e 2) Memphis Eve Sunnyday Iris Hewson (nome completo dela) é filha de Paul David Hewson, mais conhecido como Bono. “Sinto como se eu sempre precisasse estar me defendendo, provando que sou uma pessoa minha”, ela diz, antes de pedir ovos e um drinque chamado Salty Dog. “Mas, no fim, esta sou eu. Quero dizer, com certeza tenho os mesmos genes que ele na área ligada à balada”, fala, sorrindo. “É meio perigoso.” (Exemplo? “Fomos ver Procurando Nemo em 3D. Se você está chapado, é bem divertido.”)

Eve caminhou até o nosso encontro, após uma aula na NYU, uma das poucas que ainda precisava frequentar até que se formou, em dezembro passado. Ela morava perto do local de encontro, mas uma infestação de ratos a fez se mudar para o outro lado da cidade, onde vive com uma amiga de infância da Irlanda. Ela espera se mudar para Los Angeles depois da formatura e, para isso, tirou carteira de motorista. “Mas ainda tenho de convencer meus pais a me darem um carro.” Ela está otimista. “Estou economizando. Eles já me devem dois presentes de Natal, dois de aniversário e um de formatura! Acho que já é o suficiente.”

Como a segunda dos quatro filhos de Bono, Eve teve vantagens na vida. “É engraçado, porque tudo parecia natural para nós. Por outro lado, éramos adolescentes”, ela conta. “Então era tipo: ‘Pai, quem é aquele cara? Fale com ele para nos apresentar!’” Assim, conheceram os integrantes do Kings of Leon. Também foi a família que a levou ao que chama de “provavelmente o melhor momento da minha vida”: quando foi apresentada a Beyoncé Knowles. “Eu estava na piscina com a minha amiga Blue [ilha do guitarrista The Edge] e mergulhamos para gritar dentro da água, e aí saímos da piscina e nos escondemos. É para isso que usamos meu pai, para conhecer a Beyoncé e rapazes bonitos.”

Fora isso, Eve cresceu normalmente – ou pelo menos de forma tão normal quanto a filha de um messias do rock poderia crescer. Teve aulas de tênis, violão, piano e francês. Na escola, teve uma banda chamada Tem Past Two, mas logo decidiu focar na atuação. “Quando contei para o meu pai, ele disse: ‘Não quero que você faça isso!’”, ela revela. “E eu falei: ‘Você, entre todo mundo, não pode me dizer isso, caramba! Você não escutava ninguém quando tinha 18 anos! Então vai ter de lidar com isso agora’.”

Quando fez o teste para entrar na NYU, ela “vomitou de nervosismo por umas seis horas”. Depois disso, fez testes (sem vômito) para vários filmes – neste ano ela estará em Blood Ties, com Mila Kunis e Marion Cotillard – e seu primeiro grande papel foi em Aqui É o Meu Lugar, no qual interpretou a filha adotiva de um roqueiro irlandês deprimido (Sean Penn). “Todo mundo diz que aquele é o meu pai, mas não é. Meu pai só sonha em ter a coragem de usar batom vermelho.”