Música Popular Engraçada

Tiririca e o Disco que inaugurou a pirataria no Brasil

Redação Publicado em 10/04/2013, às 12h22 - Atualizado às 14h30

-

Não é exagero dizer que a pedra fundamental da onda de pirataria de discos musicais no Brasil foi o álbum Tiririca (1997), que carrega o retumbante hit “Florentina”. Oficialmente, o disco vendeu 1,5 milhão de cópias; outras cerca de 10 milhões foram pirateadas, na estimativa do próprio artista. Tiririca se diz contra a pirataria, mas não nega que a falsificação o ajudou a catapultar a carreira humorística dele para a televisão, meio que o popularizou nacionalmente. Tiririca ainda trazia a censurada, mas depois liberada, “Veja os Cabelos Dela”, acusada de racismo. O segundo álbum, Dança da Rapadura (1999), teve dois sucessos: “Ele É Corno Mas É Meu Amigo” e “Índia”. No ano passado, Tiririca lançou de forma independente Direto de Brasília, cuja aposta é a música “Estou no Poder”, na qual relata experiências pessoais no Congresso Nacional.