Qual Será o Seu Próximo Console?

A feira de games E3 deu pistas do que o novo PlayStation e o próximo Xbox terão para nos oferecer ainda em 2013: pouca revolução técnica (por enquanto), mas grandes jogos, protagonizados por novos e antigos heróis

Gus Lanzetta Publicado em 13/08/2013, às 12h07 - Atualizado às 12h07

CARNE E METAL
Titanfall;

Ver Galeria
(7 imagens)

Espiões mal-humorados, carrões velozes, alienígenas raivosos, tiroteios espaciais e o Mario (aquele): os protagonistas dos novos games pareciam estranhamente familiares na edição 2013 da Electronic Entertainment Expo (E3), feira especializada em games que ocorreu em junho, em Los Angeles. Talvez porque as produtoras estivessem mais preocupadas em produzir títulos para o Xbox One e o PlayStation 4, os novos consoles que Microsoft e Sony prometem lançar neste ano. Ainda assim, houve novidades em meio à mesmice, mesmo com a quantidade de novas franquias inéditas permanecendo atrás das tradicionais – e rentáveis – continuações. Confira a seguir dez dos principais futuros títulos desvendados no evento.

Metal Gear Solid V: Phantom Pain

PlayStation 4 / Xbox One / PS3 / X360

Uma das franquias mais cultuadas da história dos videogames, Metal Gear Solid retorna às origens: Big Boss – agora interpretado e dublado pelo ator Kiefer Sutherland – volta a ser a estrela da história, mais uma vez costurada pelo ambicioso designer japonês Hideo Kojima. O trailer divulgado na E3 dá poucas pistas: o enredo se passa em 1975 (após os acontecimentos de Metal Gear Solid 3), se estende até meados da década de 80 e tem como pano de fundo um certo deserto no Afeganistão. Será interessante ver como um game de ação furtiva funcionará em um mundo aberto, o que dará espaço para novas mecânicas de jogabilidade. O que se sabe: Big Boss poderá observar os objetivos de uma distância segura, além de se esconder atrás do próprio cavalo e usar tempestades de areia para evitar os inimigos.

Forza Motorsport 5

Xbox One

Era esperado que a Microsoft e o estúdio Turn 10 mostrassem mais detalhes do sempre visualmente impressionante Forza Motorsport para o Xbox One. No caso, a beleza não decepcionou. Com gráficos cada vez mais fotorrealistas, é possível perceber novas texturas para o couro no interior do carro, o vidro dos faróis e dos para-brisas, a tinta na lataria e a borracha dos pneus. E, para agradar ao público minucioso (e fanático por carrões), também estão de volta os comentaristas do Top Gear, popular programa televisivo produzido pela BBC. Já a novidade para quem gosta de disputas online são os “drivatars”, perfis que o próprio jogo cria a partir do comportamento dos usuários durante as corridas. Na prática, esses “pilotos virtuais” serão usados para fazer o papel dos adversários nas corridas, substituindo as tradicionais inteligências artificiais programadas.

Titanfall

Xbox One / Xbox 360 / PC

Jason West e Vince Zampella criaram a maior franquia dos videogames da atualidade – Call of Duty: Modern Warfare –, mas atritos com a Activision (proprietária da série) fizeram com que a dupla virasse as costas e abrisse um novo estúdio em 2010, o Respawn Entertainment. West já deixou a empresa, mas Zampella impressionou com o que revelou nesta E3: Titanfall, um jogo de tiro em primeira pessoa protagonizado por robôs gigantes (dos quais o jogador pode entrar e sair a qualquer momento). O ritmo é frenético, remetendo a uma evolução do ultrapopular e viciante modo multiplayer de Call of Duty.

Plants vs. Zombies: Garden Warfare

PC / Xbox One / X360

Há anos a produtora PopCap acumula o afeto de milhões de jogadores com jogos casuais como Bejeweled, Peggle e Zuma. Agora, a carismática franquia Plants vs. Zombies levará a empresa a um território ainda inexplorado: os jogos de tiro em terceira pessoa. Imagine Team Fortress 2 ou o modo “horda” de Gears of War 3, só que protagonizado por plantas fofas e zumbis abobados. Assim como no jogo original, diferentes classes de plantas são usadas para defender o jardim de uma invasão zumbi, mas em Garden Warfare o ponto de vista é bem no meio da ação. Tudo isso com o visual cartunesco já conhecido de antes, mas desta vez totalmente em 3D.

Project Spark

XboxOne/Xbox360/PC

Uma verdadeira ferramenta de criação de jogos caseira, Project Spark até pode ser comparado a um “game” semelhante – Little Big Planet (para PS3, da Sony). Spark será lançado no fim do ano, gratuitamente para download, e permite a criação de todo tipo de jogo – corrida, tiro, aventura, plataforma, entre outros – e diferentes mundos, além dos personagens para protagonizá-los. A edição visual e de comportamento dos elementos é simples e irá permitir a apropriação de criações compartilhadas por outros usuários. Se cair nas graças do público, poderá se tornar um fértil território de ideias interessantes.

Need for Speed: Rivals

?PlayStation 4 / Xbox One / PS3 / X360 / PC

?Em Rivals, a série retorna ao modelo de “polícia persegue ladrão” (que funcionou bem em Need for Speed: Hot Pursuit, de 2010). É possível escolher de que lado se quer jogar: correndo loucamente para terminar em primeiro e não ser capturado; ou patrulhando as ruas e iniciando perseguições quando pilotos ensandecidos cruzarem seu caminho. Com um mundo aberto para explorar, as corridas e perseguições com outros jogadores podem começar a qualquer momento. Isso porque o mundo online de Rivals é integrado ao multiplayer e, consequentemente, aos amigos que estiverem jogando.

Mad Max

PS4/XboxOne/X360/PS3/PC

O filme foi lançado em 1979 e o jogo chegará somente em 2014 – com tamanho intervalo, é de se esperar que a produtora Avalanche Studios tenha tido tempo para elaborar algo divertido. Mas isso não inclui fidelidade ao produto original: na versão exibida na E3, o protagonista em nada se parecia com Mel Gibson e ainda exibia um sotaque norte-americano (apesar de a trama se desenrolar em um deserto pós-apocalíptico australiano). Além da ação em terceira pessoa com o uso das mãos, facas e armas de fogo, Mad Max dará ênfase ao combate em veículos incrementados.

Knack

PlayStation 4

A Nintendo tem o Mario, a Sega tinha o Sonic. Mantendo a tradição de que todo console deve ser lançado com um jogo estrelado por um herói carismático, a Sony criou Knack (que chegará às lojas junto ao PlayStation 4). O protagonista em questão é um pequeno experimento do exército humano criado para enfrentar a ameaça dos duendes. De pequeno, aliás, ele não tem nada: a habilidade de Knack é utilizar objetos para fazer o próprio corpo adquirir gigantescas proporções.

Destiny

XboxOne/PS4/X360/PS3

O estúdio Bungie passou quase 15 anos criando os jogos Halo – um obscuro game de tiro que acabou se tornando uma das maiores franquias do entretenimento. Agora, livre das rédeas da Microsoft, a empresa trabalha na elaboração de um mundo online persistente que servirá de cenário para um jogo de tiro futurista em um planeta à beira do colapso. Outra novidade é que não há um herói icônico: o personagem criado pelo próprio jogador será o agente principal no enredo que se desenrola.

Super Mario 3D World

WiiU

A Nintendo não inovou muito este ano, mas há quem diga que esse não é mais o forte da tradicional empresa japonesa. Então, nada mais previsível do que Super Mario 3D World (continuação de Super Mario 3D Land, do Nintendo 3DS). Aqui, não há os efeitos de terceira dimensão que dominam a cultura pop (e já estão desaparecendo), e a câmera é fixa (algo mais adequado em um console portátil). No WiiU, a visão limitada atrapalha a navegação das fases esparsas. Pelo menos, há uma novidade para o incansável Mario: uma fantasia de gato que o permite escalar obstáculos.