RÁPIDAS COM... Lovefoxxx

Vocalista do CSS fala sobre Planta, primeiro disco da banda sem Adriano Cintra

Bruna Veloso Publicado em 03/07/2013, às 19h23 - Atualizado em 20/11/2013, às 13h27

Lovefoxxx
mariana juliano/divulgação

Álbum mais eletrônico

“Tínhamos um mix de coisas que a gente escreveu no baixo, na guitarra e no computador. Quando começamos a gravar, tomamos essa decisão, de ir mais por esse caminho. A gente sentou e teve essa conversa.”

A produção de Dave Sitek

“Ele tinha visto um show que a gente fez em novembro de 2011, só que não nos conhecemos nesse dia. Ele é quem entrou em contato e foi ótimo, porque a gente precisava de um produtor. Nos demos muito bem, o Dave virou um amigo muito especial.”

O processo de composição

“Fomos para Los Angeles em março do ano passado. Íamos ficar só três meses, mas fizemos tudo meio devagar, não estávamos estressadas para trabalhar rápido. Tinha foco, mas também estávamos vivendo a nossa vida, aproveitando a cidade. Acabamos ficando até agosto.”

Participações especiais

“A gente não sabia, mas o Tim Armstrong [do Rancid] é fã do CSS. Ele entrou em contato com o nosso empresário e rolou a parceria, o estúdio dele era perto da nossa casa em Los Angeles. Fizemos ‘Hangover’ em dois dias. Ele é super workaholic, como o Dave. E tem a Hannah Blilie [do Gossip], que toca bateria em ‘Dynamite’. Mas a maioria das baterias do disco é eletrônica.”

Shows no Brasil

“A gente reservou um período do ano para isso, mas ainda não temos nada confirmado. Eu estou louca para ver em ‘Dynamite’, quando a gente fala ‘E aí, bi’.”

Mensagens hostis de Cintra

“Não vimos essas coisas, mas sabemos que ele fez. Não temos interesse em ficar vendo, porque, né, bem não faz. Não temos nenhum contato. Nem dá pra ter.”