Vera Farmiga vive a investigadora paranormal no filme retrô Invocação do Mal

Stella Rodrigues Publicado em 06/09/2013, às 12h01 - Atualizado às 12h01

MAIS DISCRETO Vera com o diretor Wan, no set de Invocação do Mal
IChael taCkett/warner bros. pICtures

Um terror de velha guarda, com tudo que isso possa acarretar, chega aos cinemas no próximo mês: Invocação do Mal (The Conjuring) conta uma história baseada em fatos reais. Nos anos 70, o casal de investigadores paranormais Ed e Lorraine Warren (Patrick Wilson e Vera Farmiga) precisa ajudar a família de Carolyn e Roger Perron (Lili Taylor e Ron Livingston), que se mudou para uma casa mal-assombrada. Com direção de James Wan (Jogos Mortais), o filme não traz nada explícito – o terror está quase todo calcado no que não se vê. Indicada ao Emmy por Bates Motel, Vera contou que fatos bizarros também aconteceram nas filmagens, como objetos com arranhões misteriosos e machucados inexplicáveis aparecendo. “Há uma atenção maior a isso quando fazemos um filme sobre misticismo negativo”, a atriz reflete. “Você fica mais ciente desse tipo de experiência. Nunca encontrei nada dessa natureza diabólica a ponto de crer piamente, mas conheço pessoas práticas e equilibradas que já passaram por isso, e acredito nelas. Um filme assim desafia seu conceito de Deus.” O longa foi sucesso de bilheteria na estreia norte-americana e já tem uma continuação planejada. Como os Warren protagonizaram inúmeros casos misteriosos, o filme tem boas chances de ser o início de uma nova e lucrativa franquia.