Edição comemorativa resgata raridades e o conceito original de In Utero

Pedro Antunes Publicado em 06/08/2013, às 13h10 - Atualizado em 27/09/2013, às 13h11

In Utero
reprodução (capa)

O In Utero que o produtor Steve Albini gravou no Pachyderm Studio, a 60 km do Aeroporto de Minneapolis, nunca chegou às prateleiras. Atualmente, Albini evita criticar o terceiro e derradeiro disco do Nirvana, mas não esconde a empolgação com a edição comemorativa de aniversário, a ser lançada em setembro. “Ouvir essa nova versão é a experiência mais próxima possível daquela que tínhamos no estúdio”, conta. Daquele trabalho, todas as faixas passaram pela masterização de Bob Ludwig, em cujo currículo constam nomes que vão de Metallica a Madonna, e duas delas, “Heart-Shaped Box” e “All Apologies”, sofreram alterações mais drásticas.

Tudo – e isso inclui as canções oficiais do disco, músicas bônus e lados B – passou por um filtro comandado pelo próprio Albini nos estúdios Abbey Road, em Londres. Ao todo, são quatro versões novas de In Utero, de CD e DVD simples a CD triplo com disco da performance completa do Nirvana no programa Live and Loud (da MTV, que também será lançado de forma avulsa). Além disso, o pacote terá raridades, incluindo a versão de “Scentless Apprentice” gravada no Rio de Janeiro e uma demo solo de “Marigold”, primeiro registro de Dave Grohl sozinho. Para Albini, um ciclo finalmente se fecha: “É por causa [desse áudio] que ficamos tão animados ao gravar esse álbum”.