Com a ajuda de produtores jovens, MV Bill quer sair da zona de conforto em novo EP

Lucas Reginato Publicado em 06/09/2013, às 12h10 - Atualizado às 12h20

MV Bill
Reprodução/MySpace

Alguns dos produtores do novo álbum de MV Bill têm menos anos vividos do que o rapper tem de carreira. “Eles estão com uma linguagem musical que me agrada muito. A rapaziada está com uma timbragem nova”, diz o artista de 39 anos, que neste mês lança o EP Monstrão. “Além de agregar ao meu trabalho, é uma forma também de lançar alguns produtores que estão fazendo bons trabalhos”, diz. “Nos discos anteriores, trabalhei muito com os produtores com quem me identificava. O resultado era uma música viciada, dentro de uma zona de conforto.” André Laudz, DJ Nyack e DJ Caique foram alguns dos escolhidos. Outros foram ainda mais longe, como GUG, de Salvador, que levou Bill para dialogar com percussão baiana e berimbau na faixa “A Luz”. “Trabalhar com novas concepções musicais me faz tentar coisas diferentes”, conclui Bill.