Marky Ramone e ex-vocalista do Misfits farão show exclusivo na festa de sete anos da Rolling Stone Brasil

Festa será na Marina da Glória, no Rio de Janeiro, e terá como tema os “sete pecados do rock”

Redação Publicado em 17/09/2013, às 16h15 - Atualizado às 16h23

Marky Ramone
Chris Pizzello/AP

Os “sete pecados do rock” invadirão a Marina da Glória, no Rio de Janeiro, na quarta-feira, 18, para a comemoração do sétimo aniversário da Rolling Stone Brasil. A festa será completada por um show exclusivo de Marky Ramone, com participação especial de Michale Graves, ex-Misfits.

Entrevista: "Em alguns momentos, comi comida de cachorro", lembra Marky Ramone sobre os tempos difíceis com os Ramones.

Eternizado com o baterista da maior banda punk do mundo, os Ramones, Marky traz o show Blitzkrieg para 1,5 mil convidados – um grupo formado por parceiros, artistas, músicos e formadores de opinião.

Toda a temática da festa será baseada nesta versão dos sete pecados capitais direcionados ao rock and roll. Desejo, ego, luxúria, idolatria, preguiça, rebeldia e vício são os motores do gênero desde que o primeiro acorde de Chuck Berry chocou o mundo. E, desde então, lá se vão quase sete décadas de transgressão e música pesada.

As 100 capas publicadas pela Rolling Stone Brasil.

O manifesto da festa, intitulado “O que veio primeiro: o rock ou o pecado?”, explica a transformação dos pecados: “Com o rock na jogada, os pecados evoluíram e ganharam personalidade. A gula se encheu até virar vício. A avareza, de tanto adorar a si mesma, virou idolatria. A ira explodiu na rebeldia. A soberba, exibida, transformou-se no ego. A inveja amadureceu e agora é desejo. A preguiça fez jus ao nome e se manteve a mesma. E a luxúria, bem, essa continua trancada no quarto”.

Rolling Stone Brasil comemora aniversário de 7 anos com corrida de rua e show exclusivo do RPM.

A colaboração de Michale Graves no show de Marky Ramone virá azeitada após a apresentação deles no Rock in Rio 2013, no palco Sunset. A performance passará por clássicos roqueiros e, claro, dos Ramones.