Virtuosismo no Pop

As maiores cantoras do mundo descobriram um amigo no som da guitarra

Matt Diehl | Tradução: J. M. Trevisan Publicado em 11/10/2013, às 15h52 - Atualizado às 15h56

Quando Beyoncé enlouquece estádios no Brasil ou no Super Bowl, tem guardada uma arma secreta: os ferozes dedilhados de Bibi McGill. “Bibi é uma estrela do rock com um dom incrível”, diz a cantora. A guitarrista completa: “Beyoncé é esperta. Toda essa coisa meio Mick Jag- ger/Keith Richards é muito icônica”.

A esposa de Jay Z não é a única diva de primeira grandeza do pop a ter um ás da guitarra como parceiro. A banda de shows de Rihanna inclui Nuno Bettencourt, do Extreme; Lady Gaga leva consigo um guitarrista contrata- do para a estrada; e Katy Perry conta com o mago dos riffs Casey Hooper. “Quando Casey fez o teste comigo, es- tava vestido com uma calça listrada”, diz Katy. “Depois que ele tocou, eu disse: ‘Esse cara pode usar a calça que quiser’.” Na versão ao vivo de “I Kissed a Girl”, Hooper criou um solo de parar o trânsito, que ele descreve como “um monte de barulho tipo Neil Young/ Jack White”. O guitarrista acrescenta: “Estou lá para dar suporte à energia da cantora. Ter grandes músicos em volta torna Katy ainda maior”.