As Vozes Não Continuam as Mesmas

Depois de levantar a audiência do fim de semana, The Voice retorna em horário nobre

Stella Rodrigues Publicado em 14/10/2013, às 12h08 - Atualizado às 12h17

OLHEIROS
Brown, Daniel, Lulu e Claudia, os jurados.
?
João Cotta

Agora exibido às quintas, após a novela das 21h, The Voice retornou para uma segunda temporada com novo cenário e outros desafios. Com mais candidatos à nova voz do Brasil e carregando o peso do sucesso da primeira temporada, o elenco de jurados reflete a respeito da empreitada. “[Como músico] eu passei por essa questão de festivais no começo, então enxerguei melhor o outro lado estando nesse projeto”, comenta Daniel, que volta como jurado/treinador. “Estou ainda mais ansioso e preocupado, porque a partir do momento que deu certo, a responsabilidade aumenta para que dê certo de novo.”

Claudia Leitte, companheira de trabalho dele, concorda. “Já fui um deles. É natural que a gente se identifique com as histórias que passam pelo palco”, diz, acrescentando que a experiência da primeira temporada “acentuou o desejo de produzir outras pessoas”. Ela conta que a parte difícil é deixar o emocional de lado na hora de avaliar. “Desta vez, foi mais tranquilo, porque tivemos oito meses para preparar. Da outra vez a gente só sentou na cadeira. Agora nós temos o aprendizado do que fizemos antes.”

Ao lado dos outros dois jurados, Carlinhos Brown e Lulu Santos, o The Voice tem novamente a apresentação de Tiago Leifert, que agora ganhou a companhia da atriz Miá Mello, responsável por mostrar os bastidores da competição. A principal novidade da nova edição é o aumento da etapa de audições às cegas, que costuma ser a preferida do público.