De Volta ao Laranja

Estrela de Orange Is the New Black, Laura Prepon desmente os rumores de que a cientologia teria interferido no papel dela na série

Stella Rodrigues Publicado em 12/05/2014, às 20h45 - Atualizado em 11/06/2014, às 12h40

Continuando
Laura Prepon volta à segunda temporada da série
Divulgação

Faz parte da estratégia da Netflix não divulgar números de audiência. Mas a repercussão da primeira temporada de Orange Is the New Black deixou claro que a estreia da série original do serviço de streaming foi épica o suficiente para logo garantir uma segunda temporada. Essa nova leva de episódios chega ao canal online no dia 6 de junho para dar uma resolução ao ótimo gancho deixado no final da temporada anterior. Conforme indicam os trailers, e como confirma a atriz Laura Prepon, o segundo ano retoma a história logo depois daqueles acontecimentos. A personagem de Laura, Alex Vause, continua presa, assim como a protagonist Piper Chapman (vivida por Taylor Schilling). Qua ndo eram namoradas, ela e Alex integraram um cartel de drogas e acabaram detidas. O enredo tem base na história real de Piper Kerman, que narrou tudo no livro Orange Is the New Black: My Year in a Women’s Prison.

Enquanto o primeiro ano da série focou especialmente nessa trama, deixando em segundo plano o desenvolvimento da história pregressa das outras detentas, agora haverá uma inversão. “Na segunda temporada, definitivamente mergulhamos mais na vida das outras muitas mulheres, conhecemos melhor essas pessoas”, afirma Laura, ainda mantendo em segredo mais detalhes a respeito dos episódios.

A atriz conversou com a reportagem dias depois de Catherine Cleary Wolters, a “Alex” da vida real, ter dado a primeira entrevista desde que a obra de Piper Kerman chegou às livrarias. Catherine contou à revista Vanity Fair que, apesar de sentir desconforto ao ver o drama da própria vida como um produto de entretenimento, ela assiste e gosta do programa. “Quem não quer ver a Donna de That ‘70s Show transando com uma mulher?”, brincou. “Obrigada, eu acho”, ri Laura ao comentar a piada de Catherine. “Ela e Piper parecem não se dar tão bem, o que é compreensível, levando em conta o que passaram. Espero conhecer Catherine pessoalmente um dia.”

Apesar de o já citado gancho ter deixado no ar uma curiosidade em relação à trama, os meses de interval entre os episódios de Orange geraram ansiedade por outro motivo. A notícia de que Laura Prepon supostamente não voltaria para a série decepcionou e logo desencadeou um burburinho conspiratório de que ela teria sido afastada da série pela cientologia, da qual ela faz parte. Boatos davam conta de que a seita teria se oposto ao fato de Laura interpreter uma homosexual – a primeira da carreira dela, aliás. “Amor é amor, no fim das contas”, esclarece a atriz. “As pessoas começaram a falar que era por isso porque não sabiam o motive real.” Formada em cinema, Laura conta que tem focado a carreira em projetos como diretora. “Eu já tinha um conflito de agenda desde o começo e estava tentando coordenar com [a showrunner] Jenji Kohan. Mas quero também estar na Terceira temporada, se ela existir.”