Os Dias de Nossas Vidas

Em estúdio, o hábito de testar as possibilidades rendeu obras-primas ao Queen

Redação Publicado em 13/08/2014, às 17h39 - Atualizado em 14/08/2014, às 13h19

O Queen surgiu justamente no instante em que os astros de rock valorizavam o formato LP. Particularmente para quem tocava hard rock e progressivo, o single era considerado desprezível, coisa de artista pop que visava apenas ter hits nas paradas. Mas o quarteto foi uma das poucas bandas de arena que conseguiram transitar entre os dois universos, obtendo sucesso nos formatos de 7 e de 12 polegadas. “Bohemian Rhapsody” é um exemplo: uma faixa longa e intrincada, que a princípio poderia aparentar fazer sentido somente no contexto de um álbum completo. Entretanto, ela foi lançada como single e teve enorme impacto. O sucesso dos LPs que o Queen gravou oficialmente de 1973 a 1991 é igualmente indiscutível: salta aos ouvidos a diversidade de estilos, abrangendo rock pesado, progressivo, power pop, funk, rockabilly e technopop, entre muitos outros. Comprove como a banda navegava com maestria por esses ritmos na seleção a seguir.