Horário Eleitoral Cômico

Danilo Gentili vive primeiro papel como protagonista em série de comédia política

Lucas Brêda Publicado em 08/09/2014, às 15h47 - Atualizado em 11/09/2014, às 12h08

Vida real? 

Gentili quer que o personagem seja identificável com outros políticos.
Divulgação

Danilo Gentili trabalhava na adaptação cinematográfica do livro Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola, escrito por ele, quando o diretor Fabrício Bittar sugeriu que o humorista embarcasse em outro projeto de dramaturgia. Assim surgiu o deputado Atílio Pereira, um político “completamente volátil”, como diz Gentili. O comediante dará vida ao personagem na série Politicamente Incorreto, que será exibida pelo canal FX a partir do dia 15 de setembro. “Como não sou ator, acabo tendo que desenvolver uma lógica interna para entender como seria esse cara”, afirma Gentili, que usou os quatro anos de convivência no Congresso Nacional, em Brasília, como repórter do programa CQC, na criação do personagem. “O Atílio é sempre de situação, não importa qual seja ela”, continua ele, também roteirista da série. “Ele quer transformar em lei tudo com que não concorda.”

Apesar de levar o nome do número de stand-up que virou DVD em 2011, o programa terá formato de sitcom e acompanhará a vida do deputado no gabinete e na Câmara. “Não temos ambição de fazer com que as pessoas levem a série ao debate político sério”, diz Gentili. “Criamos Atílio para ser identificável com qualquer político. Para assistir e pensar: ‘Esse discurso é igual ao de um político que conheço’.”