O Monstro do Metallica

Saía Some Kind of Monster

Redação Publicado em 10/09/2014, às 16h46 - Atualizado em 11/09/2014, às 10h29

A banda tentava sair da crise.

O crítico will dana comentou o lançamento em DVD do documentário Some Kind of Monster, do Metallica: “Este filme voyeur e envolvente acompanha as gravações do problemático álbum St. Anger (2003). Quando a banda se reuniu no estúdio, as relações entre Lars Ulrich, James Hetfield e Kirk Hammett estavam tão desgastadas que eles contrataram um terapeuta – por US$ 40 mil por mês –para ajudar na comunicação um com o outro. A banda foi além e resolveu filmar essas sessões de terapia. Também levaram o profissional para suas casas e a reuniões com empresários. No final, os roqueiros se voltaram contra o terapeuta, que começou a se achar membro da banda. A lição: o Metallica não precisava de alguém para ouvir seus problemas, mas sim de um babaca contra quem se rebelar”.