Banda em Festa

Fresno celebra 15 anos de carreira com gravação de DVD ao vivo

Luciana Rabassallo Publicado em 16/10/2014, às 17h10 - Atualizado em 17/10/2014, às 11h32

Incansável

Silveira também tem projeto musical com a namorada
Divulgação

O Fresno acompanhou todas as mudanças que a indústria fonográfica sofreu nos últimos anos. Conquistou os primeiros fãs compartilhando canções de forma gratuita na internet e, posteriormente, assinou com uma grande gravadora. Fez turnês por todo o país; lançou quatro discos até resolver reverter o processo e voltar a ser uma banda independente.

Nesta quinta-feira, 16, Lucas Silveira (vocal e guitarra), Gustavo Mantovani (guitarra), Mario Camelo (teclado) e Thiago Guerra (bateria) celebram essa trajetória, que já soma 15 anos, gravando o primeiro DVD ao vivo completo da carreira do grupo. “Estamos extremamente felizes com este novo projeto”, afirma o incansável cantor. O show acontece no Audio SP, às 22h.

Como surgiu a ideia de gravar o DVD?

É algo que há muito tempo nós pensamos em fazer. É um presente para os fãs e também para nós. Sempre sonhamos em gravar os nossos fãs e mostrar a quem nunca foi a um show da banda como o nosso público se comporta. As nossas apresentações são sempre cheias de energia, e parte dessa força vem do público, que canta todas as músicas.

Com seis discos de estúdio lançados, fora os EPs, foi difícil fazer uma seleção de músicas?

Todos os dias, durante os ensaios, nós nos sentamos e conversamos sobre essa escolha. Queríamos fazer uma mistura entre algumas canções obscuras e os nossos grandes hits. Queríamos contar a nossa história durante o show. Obviamente, o roteiro não foi feito para seguir uma cronologia, mas queríamos mostrar todas as fases que a Fresno viveu nestes últimos 15 anos.

Depois de tantas mudanças nesta década e meia, o que é o Fresno hoje?

É uma banda de rock que viveu e sobreviveu a muitos desafios desde que saiu de Porto Alegre de forma completamente independente. É uma banda que tenta sempre fazer coisas novas e levar para o nosso público um som de alta qualidade. Atualmente, estamos com uma sonoridade pautada em ambientações épicas e instrumentação de orquestra, algo que é completamente diferente do que fazíamos no começo da carreira.

Os fãs que hoje vão aos shows e compram os discos são os mesmos de 15 anos atrás?

Grande parte dos nossos fãs nos acompanha até hoje. Nós prezamos demais pelas pessoas que admiram o nosso trabalho e vão aos nossos shows. Tratamos os fãs de igual para igual e acho que é uma boa forma de fazer com que eles se sintam mais próximos da gente. Além disso, estamos sempre acessíveis nas redes sociais. Saber o que os fãs estão pensando e o que querem ouvir é essencial para uma banda.