Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

A Casa do Dragão: Trama de Aemond na série ficou muito diferente dos livros

Interpretado por Ewan Mitchell na fase adulta, Aemond Targaryen protagoniza um dos momentos mais tristes da 1ª temporada de A Casa do Dragão

Redação Publicado em 24/10/2022, às 12h06

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ewan Mitchell como Aemond Targaryen (Foto: Reprodução/HBO)
Ewan Mitchell como Aemond Targaryen (Foto: Reprodução/HBO)

[Atenção: o texto abaixo contém spoilers da primeira temporada de A Casa do Dragão e do livro Fogo & Sangue]

Após dez episódios transmitidos semanalmente na HBO, a primeira temporada de A Casa do Dragão enfim chegou ao fim - com uma continuação já confirmada - no último domingo, 23. Com base em Fogo & Sangue (2018), de George R. R. Martin, a série se passa aproximadamente 200 anos antes Game of Thrones e mostra a famosa Dança dos Dragões, guerra civil entre Rhaenyra Targaryen e Aegon II que decidiu o sucessor ao Trono de Ferro.

+++LEIA MAIS: A Casa do Dragão: Cena emotiva entre Daemon e Viserys foi improvisada; entenda

Em "The Black Queen," décimo episódio da primeira temporada, o espectador testemunha a trágica morte de Lucerys Velaryon, interpretado por Elliot Grihault, assim como da dragoa dele, Arrax. Os grandes responsáveis por isso foram Aemond Targaryen (Ewan Mitchell) e a dragoa Vhagar - e acaba um tanto quanto diferente dos livros.

Em Fogo & Sangue, o qual é narrado como um livro de história escrito por alguns meistres com base em rumores, esse acontecimento é relatado como Aemond, montado em Vhagar, matou o sobrinho por um ato de vingança e rivalidade entre os dois desde a infância. No entanto, em A Casa do Dragão, ele não tem a intenção de matar o filho de Rhaenyra.

+++LEIA MAIS: A Casa do Dragão: Quantas temporadas a série terá? George R. R. Martin responde

Vale lembrar como a morte de Lucerys Velaryon é o ponto inicial da Dança dos Dragões, a qual deve acontecer de fato a partir da segunda temporada.


A Casa do Dragão: 2ª temporada não terá saltos temporais

A primeira temporada de A Casa do Dragão teve diversos saltos temporais, e boa parte do elenco mudou, seja a parte de personagens principais ou secundários. No entanto, a segunda temporada do spin-off de Game of Thrones baseado em Fogo & Sangue (2018), de George R. R. Martin, não usará desse artifício narrativo.

+++LEIA MAIS: Emma D'Arcy, de A Casa do Dragão, explica como é virar meme: 'Vergonha'

Durante entrevista ao Deadline, Ryan Condal, produtor e showrunner do seriado da HBO, falou sobre o que o público e fãs podem esperar da segunda temporada. "Eu direi, como uma recompensa ao nosso maravilhoso público por nos acompanhar através de todos os saltos de tempo e reformulações, eles estão prontos," afirmou. "Contaremos a história em tempo real daqui em diante."

Os atores interpretarão esses personagens até o fim. Reformularemos ninguém.

Em outra entrevista (via CBR), o executivo comentou como a segunda temporada de A Casa do Dragão também apresentará muito mais espetáculo, já que a maioria das introduções aconteceu: "Nós vamos chegar ao espetáculo. Mas você precisa entender as complexidades dessas pessoas antes de serem jogadas na guerra."

A segunda temporada atingirá os ritmos que as pessoas esperavam do meio de Game of Thrones, mas terá sido conquistada e os espectadores sentirão as tragédias porque nós colocamos nosso trabalho.

+++LEIA MAIS:Diversidade em A Casa do Dragão teria 'motivo prático', além da inclusão racial