Better Call Saul: Por que série não rejuvenesceu Bryan Cranston e Aaron Paul digitalmente? Diretor responde

Após muita espera, Bryan Cranston e Aaron Paul finalmente apareceram em Better Call Saul, spin-off de Breaking Bad

Redação Publicado em 03/08/2022, às 14h58

None
Aaron Paul e Bryan Cranston em Better Call Saul (Foto: Reprodução/AMC)

Após seis temporadas e muita espera dos fãs de Breaking Bad, Walter White (Bryan Cranston) e Jesse Pinkman (Aaron Paul) finalmente fizeram uma participação no spin-off Better Call Saul, estrelado por Bob Odenkirk, intérprete de Jimmy McGill/Saul Goodman.

Como as filmagens da sexta temporada de Better Call Saul aconteceram muitos anos após as filmagens originais de Breaking Bad, ficou perceptível na tela o envelhecimento de Aaron Paul, de 42 anos, que retornou ao papel de alguém com 24 anos. Atualmente, Hollywood está acostumada a contornar esse problema com rejuvenescimento por meio de computação gráfica, mas o spin-off optou por não fazer isso.

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: 3 cenas fundamentais para transformação de Jimmy McGill em Saul Goodman [LISTA]

Durante entrevista à Variety, Thomas Schnauz, diretor e roteirista do episódio "Breaking Bad" de Better Call Saul, explicou o motivo da decisão de não tornar os atores mais jovens com computação gráfica.

"Há tanta coisa que você pode fazer antes que comece a parecer ridículo. Nós não fazemos uma tonelada de rejuvenescimento no seriado," afirmou o cineasta na conversa. "Há um pouco de coisas nos rostos dos caras para tirar algumas linhas aqui e ali, mas fora isso, Aaron não vai parecer um garoto de 18 anos ou o quão velho Jesse era durante esse período."

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: Teoria explica porque abertura da série mudou no episódio 10 da 6ª temporada

"Eu temo que as pessoas cortem essa cena no mundo de Breaking Bad e tentem combinar com a aparência deles antes e agora, mas não é algo com que você possa se preocupar muito. É o que é," continuou Schnauz. "Estamos contando uma história e você pode continuar com ela ou começar a escolher: 'Ele parece muito mais velho do que na cena original'."

Decidimos ir em frente, e estou feliz que fizemos isso.

Better Call Saul: Como infarto ajudou Bob Odenkirk a melhorar na série? Ator responde

Há exatamente um ano, Bob Odenkirk sofreu um ataque cardíaco no meio das filmagens da sexta e última temporada de Better Call Saul. Felizmente, o ator foi socorrido, ficou por um tempo em recuperação e conseguiu retornar ao set para finalizar os trabalhos na produção criada por Vince Gilligan e Peter Gould. Agora, o astro comentou como esse incidente o ajudou a melhorar na performance.

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: Produtor confirma sexualidade de Gus Fring

Durante entrevista à NPR, Odenkirk revelou como o ataque cardíaco assustador - e quase mortal - mudou sua visão de mundo e, como consequência, o ajudou no papel de Saul Goodman/Jimmy McGill no spin-off de Breaking Bad.

Como infarto ajudou Bob Odenkirk a melhorar em Better Call Saul?

"Tornou ainda mais fácil, muito mais fácil estar no momento... de olhar para o mundo quase como se você tivesse acabado de acordar e não se lembrar de nada," afirmou o ator. "Minha esposa se arrastou depois de um dia sem dormir, atender diversos telefonemas e ter um jato particular que a Sony foi tão boa em enviar para buscá-la em Nova York. Ela entrou no quarto do hospital, apareci depois da cirurgia naquela manhã e disse: 'Vamos trabalhar!'"

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: Roteirista explica episódio da 6ª temporada que se passa no período pós-Breaking Bad

"E essa energia foi transmitida e facilitou estar no momento. Esse é o seu trabalho como ator. Esse é o jogo mental estranho que você joga, é entrar no momento da vida de outra pessoa, mas realmente se sentir à beira de: 'Eu não sei o que acontece a partir daqui'," continuou. "Para mim, era mais fácil fazer com esse tipo de ponto de vista estranho e recém-descoberto no mundo."

Eu realmente quero ficar em contato com o que aconteceu lá porque realmente foi uma grande reconexão com estar vivo. E então eu adoraria refletir sobre isso todos os dias e tentar me reconectar.
 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Bob Odenkirk (@therealbobodenkirk)