Better Call Saul: Roteirista explica episódio da 6ª temporada que se passa no período pós-Breaking Bad

Pela primeira vez na série, Better Call Saul teve um episódio inteiro que se passa pós-Breaking Bad

Redação Publicado em 27/07/2022, às 11h53

None
Bob Odenkirk como Gene Takovic em Better Call Saul (Foto: Divulgação)

Ao longo de Better Call Saul, spin-off de Breaking Bad, a série mostrou alguns vislumbres de como Saul Goodman/Jimmy McGill (Bob Odenkirk) após os eventos do seriado original por meio de cenas breves em preto e branco - e o personagem mudou de identidade e passou a se chamar Gene Takovic.

Por todo tempo de "Nippy," décimo episódio da sexta temporada de Better Call Saul, a produção mostrou o universo de Gene - tudo em preto e branco, como sempre. Diversos fãs reclamaram que o capítulo é um filler, mas ele mostrou bastante o personagem voltando a ser malandro como era com Saul Goodman.

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: Teoria explica porque abertura da série mudou no episódio 10 da 6ª temporada

Durante entrevista ao The Hollywood Reporter, Alison Tatlock discutiu a decisão de trazer novamente o personagem, que virou gerente da Cinnabon de um shopping pela primeira vez na temporada. Segundo a roteirista, essa era a mudança perfeita de ritmo para o episódio 10 avançar ainda mais para a linha do tempo pós-Breaking Bad.

"Após o final emocionalmente intenso do nono episódio da sexta temporada e o salto para o território completo de Saul Goodman, sentimos que seria emocionante e surpreendente e, esperançosamente, prazeroso mudar de marcha e entrar em nosso futuro em preto e branco," afirmou Tatlock. "Não sabíamos ao certo que seria um evento do décimo capítulo, mas quando chegamos lá, parecia o momento certo."

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: 3 cenas fundamentais para transformação de Jimmy McGill em Saul Goodman [LISTA]

Quase sentimos que começávamos algo novo. A trilha sonora é diferente, o elenco é um pouco diferente e nunca tivemos um episódio totalmente em preto e branco antes," continuou na entrevista.

Então, havia tantos elementos novos neste episódio que parecia certo misturar agora que esta é a segunda metade da temporada final.

Better Call Saul: Produtor confirma sexualidade de Gus Fring

Desde a aparição de Gus Fring, interpretado por Giancarlo Esposito, em Breaking Bad, diversos fãs discutiam a sexualidade do personagem, que sempre foi deixada em aberto, mas sempre com alguns indícios. Com a participação de Gus no spin-off Better Call Saul, o produtor e showrunner Peter Gould confirmou tudo.
[Atenção: spoilers de Better Call Saul abaixo]

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: Por que AQUELE personagem precisou morrer na volta da 6ª temporada?

Em "Fun and Games," nono episódio da sexta temporada do seriado, Gus Fring pode ser visto flertando com um funcionário de bar após o personagem convencer Don Eladio (Steven Bauer) de como ele não foi o responsável pela morte de Lalo Salamanca, interpretado por Tony Dalton - Nacho Varga (Michael Mando) e o cartel peruano foram considerados culpados.

Durante entrevista ao podcast The Watch, do The Ringer, Gould explicou o aconteceu na cena. "Gus segura a raiva dele, o desejo de vingança, e talvez ele segure esse romance que ele teve, com o namorado Max [parceiro de negócios morto de Breaking Bad]," afirmou o produtor, confirmando como o personagem é gay.

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: Rhea Seehorn explica reviravolta de Kim na 6ª temporada

"Sabemos que Gus teve algum tipo de… nunca fomos muito específicos, ele teve algum tipo de passado violento antes disso, mas [a morte de Max] parece ser o ponto de virada para Gus Fring," continuou "Ele fez a escolha de se esvaziar e não pode realmente ser ele mesmo com outra pessoa."