Better Call Saul terá ainda mais cenas com Walter e Jesse, diz Bob Odenkirk

Protagonistas de Breaking Bad, Walter White e Jesse Pinkman aparecerão em Better Call Saul na reta final da sexta temporada

Redação Publicado em 04/08/2022, às 12h59

None
Aaron Paul e Bryan Cranston em Better Call Saul (Foto: Reprodução/AMC)

Better Call Saul enfim teve a tão aguardada aparição de Walter White (Bryan Cranston) e Jesse Pinkman (Aaron Paul), protagonistas de Breaking Bad no 11° episódio da sexta temporada do spin-off. Segundo Bob Odenkirk, intérprete de Saul Goodman/Jimmy McGill, os dois personagens terão ainda mais cenas.

Durante participação no The View, Odenkirk provocou mais presença de Walter e Jesse no seriado. Quando perguntado sobre as aparições de Cranston e Paul durante o episódio 11, o protagonista de Better Call Saul rapidamente alertou os fãs para se prepararem para mais surpresas.

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: Roteirista explica episódio da 6ª temporada que se passa no período pós-Breaking Bad

"A verdade é que foi apenas o começo. Há mais deles. As cenas que surgem são poderosas," afirmou o ator. "Eu amo que todos pensam que eles aparecerão. Então os fãs veem [Walter e Jesse] e dizem: 'Ótimo. Conseguimos - nós os vimos de novo!' Eu fico tipo: 'Você nunca sabe o que virá a seguir no nosso seriado.' Portanto, não tenha certeza de que viu a última cena – eu te digo, você não viu."


Better Call Saul: Por que série não rejuvenesceu Bryan Cranston e Aaron Paul digitalmente? Diretor responde

Após seis temporadas e muita espera dos fãs de Breaking Bad, Walter White (Bryan Cranston) e Jesse Pinkman (Aaron Paul) finalmente fizeram uma participação no spin-off Better Call Saul, estrelado por Bob Odenkirk, intérprete de Jimmy McGill/Saul Goodman.

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: 3 cenas fundamentais para transformação de Jimmy McGill em Saul Goodman [LISTA]

Como as filmagens da sexta temporada de Better Call Saul aconteceram muitos anos após as filmagens originais de Breaking Bad, ficou perceptível na tela o envelhecimento de Aaron Paul, de 42 anos, que retornou ao papel de alguém com 24 anos. Atualmente, Hollywood está acostumada a contornar esse problema com rejuvenescimento por meio de computação gráfica, mas o spin-off optou por não fazer isso.

Durante entrevista à Variety, Thomas Schnauz, diretor e roteirista do episódio "Breaking Bad" de Better Call Saul, explicou o motivo da decisão de não tornar os atores mais jovens com computação gráfica.

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: Teoria explica porque abertura da série mudou no episódio 10 da 6ª temporada

"Há tanta coisa que você pode fazer antes que comece a parecer ridículo. Nós não fazemos uma tonelada de rejuvenescimento no seriado," afirmou o cineasta na conversa. "Há um pouco de coisas nos rostos dos caras para tirar algumas linhas aqui e ali, mas fora isso, Aaron não vai parecer um garoto de 18 anos ou o quão velho Jesse era durante esse período."

"Eu temo que as pessoas cortem essa cena no mundo de Breaking Bad e tentem combinar com a aparência deles antes e agora, mas não é algo com que você possa se preocupar muito. É o que é," continuou Schnauz. "Estamos contando uma história e você pode continuar com ela ou começar a escolher: 'Ele parece muito mais velho do que na cena original'."

Decidimos ir em frente, e estou feliz que fizemos isso.

+++LEIA MAIS: Better Call Saul: Como infarto ajudou Bob Odenkirk a melhorar na série? Ator responde